Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Dstgroup distingue escritor Pepetela no Dia Mundial da Língua Portuguesa
Festival Internacional de Órgão com concerto de verão em Famalicão

Dstgroup distingue escritor Pepetela no Dia Mundial da Língua Portuguesa

Municípios minhotos dão palco à música luso-galaica

Dstgroup distingue escritor Pepetela  no Dia Mundial da Língua Portuguesa

Braga

2021-05-06 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

Prémio de Literatura dstangola/Camões 2020 foi ontem, Dia Mundial da Língua Portuguesa, entregue ao escritor angolano pela sua mais recente obra ‘Sua Excelência, de Corpo e Alma’. Pepetela enalteceu a iniciativa da empresa privada bracarense.

O dstgroup atribuiu ontem, Dia Mundial a Língua Portuguesa, o Prémio de Literatura dstangola/Camões 2020 ao escritor angolano Pepetela, distinguido na sua mais recente obra ‘Sua Excelência, de Corpo Presente’, no âmbito da sessão solene que assinalou a efeméride instituída pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) em 2019 e cujas celebrações decorrram em 44 países, com mais de 150 actividades, em formato misto, presencial e virtual, devido à pandemia de Covid-19.
O prémio, no valor de 15 mil euros, foi entregue pelo presidente do Conselho de Administração do dstgroup, José Teixeira, e pelo primeiro-ministro, António Costa, no Centro Cultural de Belém, numa cerimónia que contou com a participação do Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, do Secretário Executivo da CPLP, e durante a qual foram também parti- lhadas mensagens em vídeo do Secretário-Geral da ONU, do Presidente da República de Cabo Verde e do Presidente da República Portuguesa.
O júri do prémio, presidido por Irene Guerra Marques, linguista e docente na Faculdade de Letras da Universidade Agostinho Neto, e constituído pelo jornalista e escritor Carlos Ferreira (Cassé) e por Manuel Muanza, Professor Auxiliar no Departamento de Língua Portuguesa no Instituto Superior de Ciências da Educação, considerou que “este romance reafirma a condição de Pepetela como escritor de primeira água, angolano, africano e universal”, sublinhando ainda que “‘Sua Excelência de corpo presente’ é um dos seus exemplos mais apurados, se atendermos não apenas à sua actualidade, como também à forma como mantém, jovem e lúcida, a ironia, a crítica sociocultural e uma criatividade intensa que acompanha os avanços e recuos da realidade angolana e até mesmo africana, no que diz respeito à realidade que vivemos ao Sul do Saara”.
Lançado em Janeiro de 2019 pelo dst group, em parceria com o Instituto Camões, o Prémio de Literatura dstangola/Camões destina-se a a galardoar todos os anos uma obra em português, de autor angolano, nascido em Angola. Com um valor de 15 mil euros, a ser pago na quantia correspondente em kwanzas (Kz), o galardão visa distinguir, de forma rotativa, trabalhos de poesia e prosa de escritores angola- nos.
Ainda que a parceria com o Instituto Camões contemplou também a assinatura do protocolo de Empresa Promotora da Língua Portuguesa entre o Camões, I.P. e o dstgroup, ao abrigo do qual o grupo empresarial de Braga se comprometeu a apoiar o Centro Cultural Português em Luanda, onde criou a sala de leitura dstangola, com a entrega de milhares de livros.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho