Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Domingos Bragança destaca partilha das infraestruturas desportivas entre clubes de Guimarães
Engenho celebra 26 anos

Domingos Bragança destaca partilha das infraestruturas desportivas entre clubes de Guimarães

Arcos de Valdevez investe cem mil euros para relançar turismo

Domingos Bragança destaca partilha das infraestruturas desportivas entre clubes de Guimarães

Desporto

2020-02-22 às 17h17

Redacção Redacção

Município de Guimarães atribui o maior apoio de sempre na vertente desportiva, distribuindo cerca de 1,6 milhões de euros pelos clubes vimaranenses.

A Câmara Municipal de Guimarães atribuiu um apoio significativo aos clubes do concelho, ao abrigo dos contratos-programa celebrados este sábado, 22 de fevereiro, numa sessão que decorreu no Instituto de Design, com a presença do Presidente do Município, Domingos Bragança, do Vereador do Desporto, Ricardo Costa, e os representantes das diversas instituições.



Domingos Bragança deixou explícito na sua mensagem a importância de rentabilizar as infraestruturas desportivas, através da partilha entre clubes, apelou ao fomento do futebol feminino e realçou a necessidade de proceder à legalização das estruturas físicas dos clubes como uma exigência para a cedência de apoios camarários.



O Presidente da Câmara de Guimarães realçou a “afirmação do futebol feminino como uma aposta de futuro”, considerando os exemplos em prática do Vitória SC, UD Polvoreira, Tabuadelo e Brito SC, evidenciando que “o futebol feminino está a afirmar-se, proporcionando a prática na igualdade de género e a diversificação da modalidade”.



Domingos Bragança justificou ainda a partilha dos recintos desportivos perante “um investimento feito nas freguesias pela dispersão geográfica do território, como os casos de Abação e Gémeos, Souto S. Salvador ou Gonça, sendo relvados necessários para o desenvolvimento desportivo dessas freguesias, mas este investimento deve levar a parcerias com outros clubes que têm maior atividade no sentido de maximizar a utilização destes recintos desportivos. Não faz sentido a utilização destas infraestruturas em cerca de 30 % do tempo e assim é possível aumentar a capacidade de reposta aos clubes que têm uma maior atividade desportiva. Com esta partilha todos ficam a ganhar”, frisou.



Quanto à questão do licenciamento das instalações, o Presidente do Município vincou como “uma condição essencial”, destacando que além das novas edificações existem clubes que têm edificações antigas sem licenciamento e a Câmara está disponível para colaborar na regularização dessas situações.



Os apoios no reforço à requalificação de instalações desportivas, na formação e na realização de eventos desportivos, justificam a fatia maior dos subsídios atribuídos pela Câmara Municipal de Guimarães, no âmbito do desporto. Assumindo a necessidade de continuar a dotar os principais clubes do concelho com relvados sintéticos, potenciando o seu desenvolvimento desportivo e a aposta na formação de jovens, foram definidos contratos-programa num valor a rondar os 800 mil euros, para apoiar os seguintes clubes para a construção de novos sintéticos: Brito SC, CD Ponte, GD Gémeos, GD Souto e Gondomar, CCD O Desportivo de Ronfe e Atlético de Gonça. Nesta vertente será, também, apoiada a construção da denominada Vila Desportiva do Moreirense, complexo desportivo que agregará as valências deste clube num único espaço e que implicará um substancial esforço financeiro, por parte do Município, por um período de três anos.



São ainda beneficiários de apoios plurianuais os seguintes clubes desportivos: o CART, para instalação de um novo piso em madeira no seu pavilhão, o Vitória SC para a renovação dos balneários do complexo desportivo e pavilhão, o Guimagym e a AJKP, para instalação de nova academia desportiva para ginástica e karaté, numa antiga fábrica têxtil desativada, envolvendo um considerável esforço financeiro, a pagar em 6 anos.



Definido ainda como intervenção urgente no sentido na requalificação de algumas instalações desportivas, foi atribuído um valor global de 152 mil euros para os seguintes clubes desportivos: GDRC de Candoso S. Tiago, Ases Sta. Eufémia, Águias Negras Tabuadelo, UD Airão, CSP S. Martinho de Candoso e a Associação de Desportos de Combate KTF de Guimarães, Os Sandinenses GDRC e o Grupo Desportivo União Torcatense.



No domínio da do apoio à formação desportiva, serão apoiados 54 instituições do concelho num valor superior a 400 mil euros.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho