Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Dia da Árvore e Água: Bracarenses desafiados a ‘Oxigenar Braga’
Monção & Melgaço: o maior encontro de vinhos verdes

Dia da Árvore e Água: Bracarenses desafiados a ‘Oxigenar Braga’

Amigos fazem acção de limpeza na Franqueira

Dia da Árvore e Água: Bracarenses desafiados a ‘Oxigenar Braga’

Braga

2014-03-13 às 10h09

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

A Câmara Municipal de Braga vai assinalar 'em grande' os Dias Mundiais da Árvore e da Água, com várias iniciativas em todo o concelho.

Depois da grande iniciativa promovida para (re)florestar a cidade, a Câmara Municipal de Braga está, agora, empenhada na sua oxigenação. ‘Oxigenar Braga - mãos à obra’ é o projecto que o pelouro do Ambiente, Energia e Desenvolvimento Rural, liderado pelo vereador Altino Bessa, vai levar a cabo nos próximos dias 21 e 22 - que celebram o Dia da Árvore/Floresta e da Água - desafiando os bracarenses a participar nas várias actividades previstas ao ar-livre, como plantação de novas árvores.

“Nestes dois dias em que vamos ‘oxigenar Braga’ queremos envolver mais de três mil pessoas nas várias actividades a realizar”, indica o vereador do Ambiente, que lançou também o desafio às juntas de freguesia do concelho para incentivar as suas escolas e instituições a aderir ao evento.
Conferências sobre a floresta e a preservação do meio ambiente, actividades lúdicas para desfrutar do Parque da Ponte, distribuição de recipientes para recolher resíduos, acções de sensibilização e até aventuras pelo ambiente são, algumas, das actividades propostas para celebrar as datas.

Para a concretização deste projecto, a autarquia bracarense vai contar com dezenas de parceiros: juntas de freguesia, a Associação Amo Portugal, associações florestais do Cávado e de Defesa da Floresta do Minho, Bombeiros Sapadores e Voluntários, protecção civil, Associação Comercial de Braga, GIPS da GNR, ICNF, Braval, entre outros.
A propósito do trabalho que a câmara tem vindo a desenvolver ao nível de trabalhos de limpezas de vários espaços verdes junto a habitações e prédios da cidade - muitos dos quais, refere Altino Bessa, já não eram limpos há anos, o vereador disse que “queremos continuar a valorizar o património ambiental nas freguesias em conjunto com os sapadores florestais”.
O responsável destacou a “importância” destas acções de limpeza para as freguesias e que, não raras vezes, além de limpar os terrenos, ajudam a reabrir caminhos que estavam impenetráveis.
Às críticas feitas pelo abate de algumas acácias em alguns pontos da cidade, o vereador do Ambiente responde: “que já plantámos muitas mais árvores em Braga do que as poucas que foram abatidas”, lembrando que só na última iniciativa de reflorestação do Monte do Picoto foram plantadas três mil novas árvores e lançadas outras três mil bolas de argila com bolotas de carvalhos e sobreiros.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.