Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Defesa do mundo rural e segurança das pessoas
Sindicato e bolseiros denunciam “roubo” salarial na integração de precários

Defesa do mundo rural e segurança das pessoas

Mais de 2500 crianças no Carnaval de Fafe

Defesa do mundo rural e segurança das pessoas

Braga

2020-01-21 às 09h14

Redacção Redacção

João Pinheiro de Almeida apresentou em Braga a moção de estratégia global que vai levar ao congresso onde será eleito o novo líder do CDS-PP.

A defesa do mundo rural, da segurança de pessoas e bens, assim como o combate à corrupção e dos valores que serviram de base à fundação do partido são as políticas que estão na base da moção de estratégia global que João Pinho de Almeida, candidato à liderança do CDS-PP, vai apresentar no congresso do partido que terá lugar no próximo fim-de-semana e onde será eleito o novo líder.

João Pinho de Almeida, que esteve em Braga para apresentar a sua estratégia aos militantes do distrito, explicou as razões da sua candidatura que tem na base a defesa de “ideias de sempre do CDS-PP que importam realmente às pessoas”. “A defesa de políticas que sempre foram nossas como a defesa do mundo rural, da segurança de pessoas e bens, assumir o combate à corrupção e dos valores que serviram de base à fundação do nosso partido, são a base desta moção de estratégia que apresento ao Congresso, porque entendo que este é o caminho que devemos trilhar”, assumiu o candidato.

João Pinho de Almeida assume que a escolha dos militantes é importante para o futuro do partido e não esconde que o desafio é grande. “Há muito trabalho a fazer e estamos conscientes disso. É também por isso que defendemos na nossa moção, um trabalho de base e de proximidade com as concelhias e as distritais. Essa é uma das prioridades do que nos propomos fazer, convocando os militantes para a participação activa no processo de auscultação, na reorganização e na mobilização para o próximo combate eleitoral calendarizado, que são as autárquicas de 2021”, diz.

O?candidato à liderança do CDS-PP salientou ainda a importância do distrito de Braga neste processo de escolha. “Pela actividade económica e social mas também onde o partido, mesmo em momentos mais difíceis em termos de resultados eleitorais, manteve a representatividade parlamentar, numa clara demonstração de que aqui as pessoas se revêem nas nossas propostas e ideais políticos. Conto por isso que os delegados do distrito eleitos ao Congresso partilhem das nossas ideias, se revejam nelas, e que todos possamos encetar este processo de renovação da confiança no partido”.
O congresso do CDS-PP decorre nos dias 24 e 25 de Janeiro em Aveiro.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.