Correio do Minho

Braga, quarta-feira

D. Jorge Ortiga: Portugal está adormecido em termos de responsabilidade social
Póvoa de Lanhoso dá boas-vindas com grande Festa do Emigrante

D. Jorge Ortiga: Portugal está adormecido em termos de responsabilidade social

Encontro com emigrantes serviu para divulgar potencialidades do concelho

Braga

2018-02-13 às 06h00

Miguel Viana

Alerta foi lançado pelo Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, na apresentação do ciclo de conferências Olhares Sobre..., da nova Ágora, agendadas para os dias 2, 9 e 16 de Março. Evento conta com a presença de ministros e especialistas em várias áreas.

Portugal está adormecido em termos de responsabilidade social. Estamos a viver um alheamento social. A maioria do povo não se preocupa com a responsabilidade social e delega nos deputados a capacidade de decidir por eles. O alerta foi lançado ontem pelo Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, na conferência de imprensa de apresentação do ciclo de conferências da Nova Ágora.
O encontro tem como tema Olhares Sobre... e pretende estabelecer o diálogo entre a Arquidiocese de Braga e a sociedade civil.
Pretendemos que seja um abrir das portas da Arquidiocese de Braga para acolher a todos. as pessoas bem intencionadas na construção de um mundo melhor, afirmou D. Jorge Ortiga.
O objectivo é apostar na formação da pessoa humana.

Propomos a prioridade da pessoa e a salvaguarda da sua dignidade e liberdade. É de augurar um humanismo cristão, um humanismo personalista, onde a pessoa está no centro. Este ciclo de conferências vai colocar no centro a pessoa, com as suas necessidades, com as suas aspirações, com a sua história e com as suas esperanças, frisou o Arcebispo de Braga.
D. Jorge Ortiga lembrou ainda que o programa da Arquidiocese de Braga estão centrado no despertar da esperança. As conferências vão ser um momento e uma oportunidade para podermos despertar a esperança, na sociedade portuguesa.

Em cima da mesa estão temas como a Ecologia, a Cidadania e a Responsabilidade Social e o Envelhecimento e Qualidade de Vida
Reconhecemos que é necessário fazer uma ecologia cultural, que entre nos hábitos das pessoas. Na cidadania e responsabilidade social, também aqui me parece ser necessária uma nova cultura, uma cultura de pensamento criativo. Uma cultura que chegue também ao envelhecimento e à qualidade de vida. O envelhecimento exige atitudes culturais, explicou D. Jorge Ortiga.
Este ciclo de conferências veio substituir as Conferências Quaresmais que se realizavam na Sé Catedral.

O encontro é aberto a toda a sociedade civil, independente da crença religiosa, da condição social e da profissão.
O coordenador da Nova Ágora, padre Eduardo Duque, referiu que este cíclo de três conferências constituirá uma oportunidade excelente para recentrar as nossas prioridades e valorizar o que nos une, numa clara vontade de querer abrir a igreja e humanizar a sociedade, pelo que o diálogo é naturalmente a língua materna deste ciclo.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.