Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Cruzar os ceús de Braga pelos sonhos do Tomás
Vizela testou profissionais da GNR

Cruzar os ceús de Braga pelos sonhos do Tomás

Mujães já tem mais rede de águas residuais

Cruzar os ceús de Braga pelos sonhos do Tomás

Braga

2020-10-19 às 06h00

Isabel Vilhena Isabel Vilhena

Pelo Tomás, vamos voar em busca da cura. Este foi o propósito maior dos voos que se realizaram nos últimos nos dois fins-de-semana, a partir do Aeródromo Municipal de Braga.

São histórias distintas que se cruzam e em comum têm todos os sonhos de criança.
Guilherme, tem seis anos, e um dos seus maiores sonhos era voar. E, assim aconteceu no passado sábado, o desejo deste menino concretizou-se num voo, a partir do Aeródromo Municipal de Braga, em Palmeira, que ao comando do piloto Dario Falcão cruzou os céus, sobrevoando a cidade de Braga. “Percebia-se a paixão com que vivia o momento, enquanto esperava no Cockpit. Pintou um desenho que me ofereceu, lembrando-me de tantos desenhos idênticos que eu fiz em criança”, contou Dario Falcão, desejando que “a contribuição do Céu Listrado ajude o Tomás a vencer esta batalha”.

Este foi um momento vivido com muito entusiasmo e emoção pelo Guilherme que ganha ainda “mais asas” quando está associado um propósito maior: ‘Vamos voar pelo Tomás’.
O Tomás tem sete anos e devia usar as suas energias para jogar à bola, andar de bicicleta, de patins ou de skate. Porém, as suas energias estão agora direccionadas para uma luta contra um ‘bicho’ chamado cancro. Os tratamentos em Portugal não foram eficazes e os pais decidiram avançar para tratamentos mais avançados em Barcelona e nos Estados Unidos. Para isso, as somas necessárias são muito avultadas.

O Céu Listrado - Clube Aeronáutico não ficou indiferente à causa dos sonhos do pequeno Tomás e à luta que os pais estão a travar para conseguir garantir os tratamentos necessários para que a luta seja vitoriosa.
Assim, durante os últimos dois fins-de-semana, o clube promoveu voos solidários para angariação de fundos pelos sonhos do Tomás. Nesta missão solidária, realizaram-se mais de 70 voos pelos sonhos do Tomás, tendo conseguido angariar mais de mil euros para ajudar nos tratamentos. “Cada voo tem um custo de 30 euros, sendo que 50 por cento do valor reverterá para a causa do Tomás. No total, devemos ultrapassar os mil euros”, contou Miguel Dias, do Céu Listrado - Clube Aeronáutico, lembrando a “responsabilidade social da aviação e, neste caso concreto, do Céu Listrado”.

Fundado em 2007, o Clube Aeronáutico proporciona experiências únicas de voos panorâmicos, diversas actividades aeronáuticas e visitas de estudo. Miguel Dias dá nota que “esta foi a primeira missão solidária do Céu Listrado que está de portas abertas à concretização do sonho de voar”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho