Correio do Minho

Braga,

- +
Crianças praticam novo método de plantação
Rede transatlântica de áreas protegidas marinhas reuniu em Viana do Castelo

Crianças praticam novo método de plantação

Aprovado projeto do Mercado Municipal de Esposende

Crianças praticam novo método de plantação

Braga

2012-11-24 às 09h00

Miguel Viana Miguel Viana

Cerca de 200 crianças de quatro estabelecimentos de ensino do concelho de Braga tiveram oportunidade de experimentar, durante a semana da Floresta Autóctone, o método de plantação designado de ‘Nendo Dango’ (semente envolvida em terra e argila).

erca de 200 crianças da Associação Maconde, do Colégio João Paulo II, do Centro Social de Santo Adrião e do Jardim de Infância do Centro Escolar de Montélios, em Braga, participaram, entre segunda-feira e ontem, na Semana da Floresta Autóctone, que decorreu na Quinta Pedagógica.

O evento teve como ponto alto a participação, por parte das crianças envolvidas, em workshops sobre o método de plantação de ‘Nendo Dango’. “Trata-se de uma inovação que foi trazida para a quinta, e que consiste em envolver as sementes (no caso, as bolotas, que dão o carvalho), numa bola composta de terra e argila”, explicou a vereadora do pelouro da Educação na Câmara Municipal de Braga, Palmira Maciel.

Essas bolas com as sementes vão ser lançadas à terra nos primeiros dias de Dezembro.
“O objectivo é reflorestar as áreas do concelho que tenham sido mais afectadas pelos incêndios”, referiu a vereadora.
A espécie escolhida, o carvalho alvarinho, “resiste melhor aos incêndios”, revelou Abraão Veloso, representante do”Team Europa”, que colaborou na iniciativa.

Método vindo do Japão

O método de ‘Nendo Dango’ foi criado pelo sábio, agricultor e filósofo japonês Masanobu Fukuoka, e trazido para a Quinta Pedagógica de Braga, pelo casal Bernardo e Teresa Markovski, que integram o Movimento Terra Queimada”, um movimento que se dedica à reflorestação de espaços rurais afectados pelos fogos florestais.

O ‘Nendo Dango’ permite à semente ter o ambiente propício para o seu desenvolvimento, ficando, ainda, protegida de eventuais predadores. Outro dos objectivos foi o de permitir às crianças um contacto mais próximo com a terra.

Deixa o teu comentário

Últimas Braga

15 Setembro 2019

Braga promove-se na Suíça

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.