Correio do Minho

Braga, sábado

Crianças e seniores festejaram Dia da Árvore em Cabeceiras de Basto
Projeto de Combate ao Insucesso Escolar em Esposende

Crianças e seniores festejaram Dia da Árvore em Cabeceiras de Basto

Guimarães entrega Prémio Príncipe da Beira

Vale do Ave

2018-03-22 às 16h24

Redacção

Com esta iniciativa pretendeu-se divulgar o importante papel da floresta e sensibilizar a comunidade para a sua preservação, incentivando à plantação de espécies autóctones.

As crianças do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto e os utentes dos Espaços de Convívio e Lazer assinalaram ao longo do dia de ontem, dia 21 de março, o Dia Mundial da Árvore com a plantação de árvores autóctones e lançamento de sementes na Veiga, a plantação de uma laranjeira e de novas plantas no canteiro das ervas aromáticas do Núcleo Ferroviário do Arco de Baúlhe e com a realização de um peddy-paper que levou os alunos a descobrir de uma forma lúdica a nossa fauna e flora.

Com esta iniciativa pretendeu-se divulgar o importante papel da floresta e sensibilizar a comunidade para a sua preservação, incentivando à plantação de espécies autóctones.

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, e a vereadora da Educação, Dra. Carla Lousada, acompanharam as atividades realizadas ontem à tarde tarde no Centro de Educação Ambiental e no Museu das Terras de Basto/Núcleo Ferroviário do Arco de Baúlhe, onde esteve também presente o presidente da Junta de Freguesia do Arco de Baúlhe e de Vila Nune, Carlos Teixeira.
Durante a manhã, a vereadora da Educação acompanhou as plantações de árvores autóctones na Veiga, onde estiveram também o responsável pelo Gabinete Técnico Florestal (GTF), Eng.º Luís Freitas, e o presidente dos Baldios de Bucos, Agostinho Gonçalves.

De salientar que o Município é parceiro do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto na realização do projeto Cuidando da Floresta/Reflorestar e preservar a Floresta, projeto lançado pela Fundação Ilídio de Pinho. Este projeto pretende contribuir para a reflorestação de áreas que foram devastadas pelos incêndios no verão de 2017, recorrendo à recolha de sementes da região e respetiva sementeira, assim como à plantação de árvores autóctones (bétulas, carvalhos, castanheiros, azevinhos, etc.). Deste modo, quatro turmas do jardim de infância da EB 1 Padre Dr. Joaquim Santos, cerca de 90 alunos, fizeram ontem de manhã plantações de árvores autóctones e lançamento de sementes na Veiga.

Os alunos do 1º ciclo participaram na atividade Vem conhecer a nossa fauna e flora, através de um peddy-paper no Centro de Educação Ambiental de Vinha de Mouros, onde foram levados a descobrir de uma forma lúdica a nossa fauna e flora, reconhecendo-a e valorizando-a, treinando a destreza e rapidez de raciocínio. Pretendeu-se ainda fomentar o convívio entre alunos e desenvolver o espírito de equipa.

No Museu das Terras de Basto/Núcleo Ferroviário do Arco de Baúlhe os utentes dos Espaços de Convívio e Lazer do Arco de Baúlhe e de Vila Nune plantaram uma laranjeira e acrescentaram novas plantas ao canteiro das ervas aromáticas com o intuito de despertar o interesse da população para os cuidados a ter com o meio ambiente, bem como os seus benefícios.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.