Correio do Minho

Braga, terça-feira

CP transportou 122 milhões de passageiros em 2017
Câmara de Montalegre avança com plano para evitar fogos

CP transportou 122 milhões de passageiros em 2017

Goleada história ao eterno rival embala esperença europeia

Nacional

2018-02-05 às 12h07

Redacção

122 milhões de passageiros foram transportados pela CP, no ano passado. Ano que encerrou com 250 milhões de euros em proveitos de tráfego.

A CP - Comboios de Portugal E.P.E. encerrou o ano de 2017, com um total de 122 milhões de passageiros transportados e 250 milhões de euros em proveitos de tráfego.
Comparativamente com o ano anterior, viajaram nos comboios da CP, mais 7,1 milhões de clientes, enquanto a receita aumentou 19,6 milhões de euros, correspondendo a um crescimento global de 6,3% e 8,5%, respetivamente.
O crescimento do volume de passageiros foi transversal a todos os serviços da empresa, com a seguinte distribuição:
Alfa Pendular 2,196 milhões de passageiros (+5,8%)
Intercidades 3,941 milhões de passageiros (+6,1%)
Urbanos de Lisboa 83 milhões de passageiros (+7,3%)
Urbanos do Porto 21,6 milhões de passageiros (+3,8%)
Regional 11,050 milhões de passageiros (+3,7%)
Internacional 251 mil passageiros (+7,3%)



De recordar que, desde o ano de 2013, altura em que a CP conseguiu inverter a tendência de quebra de procura, o volume de passageiros transportados tem registado aumentos sucessivos, confirmando a opção pelo comboio por milhares de portugueses, na sequência da dinâmica comercial que a empresa tem vindo a implementar.


*** Press Realease da CP - Comboios de Portugal E.P.E. ***

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.