Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
‘Conversas Abertas’ querem promover sociedade inclusiva
Pastelaria Bom Jesus inova bolo de arroz com sete sabores distintos para degustar

‘Conversas Abertas’ querem promover sociedade inclusiva

Estudante do IPCA ganha bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian

‘Conversas Abertas’ querem promover sociedade inclusiva

Braga

2019-10-16 às 06h00

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

Com o Lema ‘Crescer, viver e agir numa sociedade inclusiva’, a delegação distrital de Braga da Associação Portuguesa de Deficientes está a promover ‘Conversas Abertas’ para abordar a temática.

‘Crescer, viver e agir numa sociedade inclusiva’ é o lema da delegação distrital de Braga da Associação Portuguesa de Deficientes (APD) ao promover, mensalmente, ‘Conversas Abertas’ para debater a temática durante o ano inteiro e não apenas no dia 3 de Dezembro, data que se celebra o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. A primeira acção, dedicada à Educação, decorreu ontem na Escola Secundária Carlos Amarante, escola referência para alunos cegos e com baixa visão.
“Todos os anos somos contactados para participar em iniciativas no dia 3 de Dezembro, mas não conseguimos estar em todo o lado, por isso, decidimos avançar com as ‘Conversas Abertas’ para abordar a temática em vários contextos e locais”, explicou a dirigente da delegação distrital de Braga daquela associação, Susana Ferreira, que estava na companhia de outra dirigente, Rosa Guimarães.

A conversa de ontem reuniu à mesma mesa responsáveis do ensino secundário, profissional e superior. “O objectivo é auscultar professores, pais e estudantes e partilhar experiências e preocupações, esperando-se também sugestões”, admitiu, entretanto, Rosa Guimarães, também dirigente da delegação distrital de Braga da Associação Portuguesa de Deficientes.
A conversa de ontem teve como base a Convenção dos Direitos das Pessoas com Deficiência, que contou com a participação de dirigentes da delegação distrital de Braga da Associação Portuguesa de Deficientes.

E a propósito ainda da conversa de ontem foi lembrado que, em jeito de celebração dos 30 anos da Convenção dos Direitos da Criança, a Fenprof tem um questionário on-line “muito simples e prático” precisamente sobre o novo decreto-lei 52/ 2018 sobre a educação inclusiva.
Entretanto, em Novembro a ‘Conversa Aberta’ vai abordar a ‘Deficiência e Arte’, estando previsto ainda a realização de uma exposição de arte.
Já em Janeiro a ‘Conversa Aberta’, promovida por aquela delegação distrital de Braga da associação, será dedicada à legislação e outra conversa terá como tema o desporto, onde participará a equipa de basquetebol adaptado.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.