Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
“Continuamos a trabalhar para obter uma acção policial mais próxima”
Câmara de Caminha leva refeições a bombeiros e a alunos carenciados em isolamento

“Continuamos a trabalhar para obter uma acção policial mais próxima”

Guerreiros do Minho mostram estofo de campões de Inverno

“Continuamos a trabalhar para obter uma acção policial mais próxima”

Braga

2020-11-25 às 08h00

Miguel Viana Miguel Viana

Mensagens dos comandantes do Comando Territorial de Braga e do Comando Geral da GNR destacam a acção desenvolvida pelos militares da GNR durante a pandemia da Covid-19 e incentivam ao empenho na resposta às necessidades das populações.

O Comando Territorial da GNR de Braga assinalou ontem, de forma virtual, o décimo segundo aniversário da Unidade Territorial. Numa curta mensagem gravada em vídeo, o comandante do Comando Territorial de Braga da GNR, Tenente Coronel Seabra Ferreira, garantiu que “continuamos a trabalhar para assegurar o exercício de uma acção policial próxima, operacional e com capacidade de resposta efectiva, com o intuito de garantir um serviço qualificado que responda às necessidades.”
O responsável reafirmou, também, a “permanente disponibilidade” para servir a população do distrito. O Tenente Coronel Seabra Ferreira lembrou ainda que “os tempos de pandemia são exigentes, mais ainda para quem tem a responsabilidade acrescida na área da segurança pública” e apelou ao corpo activo para que continue a ser imparcial e competente “no cumprimento do dever, onde a disciplina e o espírito de missão são uma constante, contribuindo para garantir elevados padrões de qualidade, numa guarda humana, próxima e de confiança”.
O comandante geral da GNR, Tenente-General Rui Clero, destacou, numa mensagem de vídeo, que a “situação actual é exigente” e recomendou que “cada um continue a dar o melhor de si” e que “todos adoptem as medidas de protecção” da Covid 19.
O dia da Unidade começou com o hastear da Bandeira Nacional, e incluiu publicações na rede social Facebook sobre a história da unidade, testemunho do soldado Sebastião Lopes (denominado ‘Do Passado ao Presente) e e uma acção de sensibilização dirigida à comunidade escolar. A GNR chegou a Braga a 24 de Novembro de 1916, substituindo o Batalhão nº 6. Entre 1921 e 2009 esteve instalada no Campo da Vinha (no actual edifício do GNRation), passando depois a ocupar as actuais instalações na Rua do Taxa. Em 2008 assumiu a designação de Unidade Territorial. É composta por cinco destacamentos territoriais (Braga, Barcelos, Guimarães, Fafe e Póvoa de Lanhoso), um destacamento de Trânsito e um Destacamento de Intervenção. Agrega 23 postos territoriais e um de Trânsito.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho