Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Congresso Ibérico reforça Barcelos como referência na mobilidade sustentável
UMinho quer promover envolvimento cívico dos seus estudantes

Congresso Ibérico reforça Barcelos como referência na mobilidade sustentável

Inovação é a maior fonte de resiliência dos territórios

Congresso Ibérico reforça Barcelos como referência na mobilidade sustentável

Cávado

2021-01-26 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

Município recebe, entre 15 e 17 de Abril, o 17.º Congresso Ibérico ‘A Bicicleta e a Cidade’, onde se discutirá a mobilidade activa. Autarca local diz que escolha da cidade se prende com os projectos de mobilidade sustentável que tem em curso.

Barcelos acolhe nos dias 15, 16 e 17 de Abril o XVII Congresso Ibérico ‘A Bicicleta e a Cidade’, promovido pela Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta e pela sua congénere espanhola ConBici, que promete trazer ao concelho oradores internacionais para falar sobre a mobilidade activa e sustentável.
‘A Era da Infraestrutura’ é tema escolhido para a edição que decorrerá numa cidade que, segundo o presidente da câmara, “é uma referência” no que diz respeito à mobilidade sustentável.
“Foi pelos projectos já lançados - nomeadamente ciclovias e ecovias - que traduzem um novo paradigma daquilo que será a mobilidade em Barcelos, que a organização decidiu pela realização do congresso na nossa cidade”, justificou o presidente da câmara de Barcelos, dizendo que “é uma uma honra” receber o evento.
A mudança de paradigma arrancou em 2018, quando o Município introduziu o BarceloBus, duas linhas de transporte público urbano com elevada frequência, que ligam pontos de interface nas entradas da cidade e se cruzam no centro, no Campo da Feira.
Já em 2019, o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave lançou a UBike, permitindo criar uma rede ciclável urbana segura que leve as pessoas a utilizarem a bicicleta no dia-a-dia.
“Vamos também lançar um concurso para operar a rede de transportes públicos, bem como um sistema de bicicletas partilhadas com 500 veículos em toda a cidade”, referiu ontem o autarca na apresentação do congresso ibérico, acrescentando que a futura rede “será uma peça fundamental” nas ligações a parques de estacionamento, interfaces, à ferrovia e à central, “facilitando a transição no modo de transporte”.
O sistema de mobilidade suave fará a articulação entre todos os restantes sistemas de transporte. “Todos estes projectos têm um objectivo fundamental: a descarbonização”, continuou o autarca, esperando que a realização do congresso ibérico não seja anulada por causa da pandemia. “A nossa expectativa é que já em Abril possamos ter condições para fazer este congresso que é muito importante quer a nível ibérico, quer a nível europeu”, refere.
As inscrições estão abertas para o público em geral em https://congressoiberico.fpcub.pt. Os presidentes de Junta têm inscrição gratuita.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho