Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Concurso ‘Minho Young Chef Awards’ dá aos jovens “esperança” no futuro
Câmara Municipal assinou o Auto de Consignação da Empreitada de 'Requalificação do Centro Cívico da Queijada'

Concurso ‘Minho Young Chef Awards’ dá aos jovens “esperança” no futuro

Portugal com mais 78 mortos e 3.262 novos casos de Covid-19

Concurso ‘Minho Young Chef Awards’  dá aos jovens “esperança” no futuro

Braga

2020-11-21 às 07h30

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

Dezasseis jovens profissionais da restauração e hotelaria, formados nas escolas profissionais da região, mostram o seu talento na área nas provas exigentes do ‘Minho Young Chef Awards’, que está a decorrer em Braga. A final disputa-se dia 10 de Dezembro.

É com os olhos postos no futuro e no sonho de construir uma carreira no mundo da restauração e hotelaria, que os jovens formados nas escolas profissionais do Minho disputam, desde ontem, um lugar na final do concurso ‘Minho Young Chef Awards’ (MYCA). Os finalistas competem na grande final, agendada para o próximo dia 10 de Dezembro.
Com entusiasmo e algum nervosismo à mistura, os jovens profissionais aspirantes a uma carreira de sucesso nas áreas técnicas da cozinha, sala e bar, deram o seu melhor nas provas que começaram ontem no Centro de Formação da Associação Comercial de Braga.
Cátia Gonçalves, de 25 anos, de Arcos de Valdevez, está a acabar o estágio do curso técnico de bar que tirou na Escola de Hotelaria e Turismo de Viana do Castelo e, apesar de já trabalhar na área há vários anos no ‘Bar do Rio - Gondoriz’, sito em terras arcuenses, decidiu apostar na sua carreira com um curso profissional. “Sentia que havia uma lacuna que tinha que preencher e decidi aprender mais, evoluir a minha técnica e capacidade para poder apresentar também um melhor serviço e uma melhor oferta”, confessou ao ‘Correio do Minho’. “Tanto a formação e qualificação, como este concurso, penso que são acções muito importantes para a valorização destas profissões”, afirmou, apontando que esta “é uma prova de superação”.
Para Rúben Gregório, formador da EPRALIMA, escola de Ponte de Lima, o MYCA acrescenta valor quer à formação, quer às profissões. “Na edição do ano passado obtivemos a 2.ª classificação geral como o Prémio de Melhor Empratamento e este ano trouxemos dois jovens, um para competir na cozinha com a ‘Caldeirada de Bacalhau’ e outro na área de sala e bar para competir com um cocktail numa harmonização com uma água ardente vínica de Ponte de Lima e café Christina”.
As escolas da região do Ave disputaram as provas ontem de manhã e de tarde, sendo avaliados pelo chef José Vinagre (Restaurante Chef Vinagre), José Dias (Restaurante Bem-Me-Quer), Vítor Marques (Confraria dos Gastrónomos do Minho), Filipe Macieira (Cerveja Letra), Lourdes Carvalho (Cafés Christina), Marta Caldas (Quinta Soalheiro), Álvaro Dinis (Cor de Tangerina) Rui Miguel Graça, jornalista e chefe-de-redacção do jornal ‘Correio do Minho’.
“Esta é uma óptima oportunidade de os jovens mostrarem o que sabem fazer e também de travar conhecimentos com outras escolas e outras pessoas da área”, o responsável da Confraria dos Gastrónomos do Minho, apontando para as “óptimas receitas” mais tradicionais ou mais inovadoras trazidas para o concurso pelos participantes, que, a seu ver, “mostraram maturidade e conhecimento” nas provas.
Para o jornalista Rui Miguel Graça, que acompanhou a prova de cozinha dos jovens ontem à tarde, este concurso MYCA “é impactante e traz até esperança aos muitos jovens e escolas de formação que aqui estão presentes no sentido de acreditar no futuro do sector da restauração e hotelaria, apesar da crise que atravessam com a pandemia”.
“Esta é também mais uma iniciativa que evidencia a história da cozinha tradicional minhota e que a partir dela potencia simultaneamente a inovação”, sublinhou o responsável. “Estas são profissões que devem ser valorizadas porque os cidadãos/clientes são cada vez mais exigentes e estes profissionais garantem a qualidade do serviço desde a recepção ao fim da degustação, proporcionando uma experiência gastronómica inesquecível”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho