Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
‘Comércio da Vila’ incentiva negócios pela via digital
Desconfinamento atrai mais clientes às lojas e significa esperança na retoma económica

‘Comércio da Vila’ incentiva negócios pela via digital

Júlia Fernandes classificou projecto Medivida de "extrema importância”

‘Comércio da Vila’ incentiva negócios pela via digital

Vale do Ave

2021-02-25 às 06h00

Miguel Viana Miguel Viana

Plataforma promovida pela Associação Comercial e Industrial de Famalicão deve estar pronta no fim do mês de Março e conta com o apoio do município.

Os comerciantes do centro urbano vão poder contar, a partir do fim do mês de Março, com a plataforma digital ‘Comércio da Vila’ para realizarem negócios através da internet. A plataforma foi apresentada ontem num encontro on-line.
A plataforma é uma das medidas do programa Retomar Famalicão que a Câmara Municipal e a Associação Comercial de Famalicão (ACIF) apresentaram para dar uma nova vida ao comércio tradicional da cidade, fortemente fustigado pela crise pandémica da Covid-19.

A plataforma é composta por uma página inicial com os destaques e promoções das lojas aderentes, com a respectiva localização, e através da qual podem ser feitas encomendas de produtos. As encomendas podem ser levantadas na loja ou entregues em casa. O pagamento é feito é feito através do cartão Comércio da Vila ao qual estão associados cartões de débito ou crédito.
Edgar Freitas, um dos responsáveis pelo projecto, explicou que está a ser feito um “grande trabalho para ter a plataforma disponível até ao fim de Março. Uma equipa fará a deslocação presencial até junto dos comerciantes”. Bruno Marques, da ACIF, acrescentou que os formulários de adesão estão disponíveis nos site da associação e da Câmara Municipal.

O vereador da Economia, Empreendedorismo e Inovação da autarquia famalicense, Augusto Lima, destacou que a plataforma é um serviço que “vai integrar serviços da ACIF e do município numa única ferramenta agregadora do que o município tem para oferecer. O Comércio da Vila tem tudo para ser uma marca de futuro”.
Augusto Lima lembrou que a sede de concelho está a ser alvo de várias obras “para que daqui a um ano tenhamos uma nova cidade, acompanhada com um comércio moderno”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho