Correio do Minho

Braga, terça-feira

Compostagem de resíduos orgânicos ajuda ambiente e instituições sociais
Nove detidos por conduzirem sob o efeito do álcool em Guimarães, Vila Nova de Famalicão e Braga

Compostagem de resíduos orgânicos ajuda ambiente e instituições sociais

Marcelo Rebelo de Sousa: “Professores em Portugal são dos melhores do mundo”

Alto Minho

2018-07-11 às 06h00

José Paulo Silva

Viana Abraça é o nome do projecto de separação de resíduos orgânicos lançado pelo Município de Viana do?Castelo. Pretende-se valorizar por ano duas mil toneladas de biorresíduos alimentares.

Evitar o depósito em aterro sanitário de duas mil toneladas por ano de resíduos orgânicos é o grande objectivo do projecto ‘Viana Abraça’, ontem apresentado pela Câmara Municipal e pelos Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo (SMSBVC).
Cinco milhões de euros serão investidos, nos próximos dois anos na distribuição de compostores e outros equipamentos para a recolha e valorização de resíduos orgânicos como fertilizante natural.
Vítor Lemos, vice-presidente da Câmara Municipal e presidente dos SMSBVC, salientou ontem que a redução de pelo menos 10 % da quantidade de resíduos orgânicos que os vianenses enviam actualmente para o aterro sanitário representaria uma poupança anual de cerca de 50 mil euros.
‘Viana Abraça’, para além de responder aos objectivos definidos pela Comissão Europeia de redução de resíduos em aterro, tem associados propósitos sociais, já que a poupança que o Município vier a ter com a compostagem será canalizada para instituições de solidariedade social do concelho.
Esta semana uma equipa de cinco elementos da ‘Viana Abraça’ começou a visitar domicílios da freguesia de Alvarães,oferecendo os primeiros kit de compostagem (ver caixa) e sensiblizando a população para as vantagens das práticas domésticas e tradicionais de valorização orgânica.
A sensibilização dos vianenses conta com o apoio de dois padrinhos do projecto: o cantor Augusto Canário e o sacerdote Renato Oliveira.
O popular cantor aplaudiu a “excelente ideia de voltar a fazer o que faziam os nossos maiores: o chamado rolheiro onde se punham as cascas e outros resíduos para fertilizar as terras”.
Renato Oliveira entende que os padres da diocese de Viana do?Castelo podem assumir um papel importante no sucesso de ‘Viana Abraça’, dada a capacidade de têm de chegar a muita gente através das missas.
Para além da distribuição de 7 500 kit nas zonas rurais, o projecto contempla, na área urbana, uma rede de separação de resíduos alimentares e tecnologia de monitorização de acessos a 480 unidades de deposição.
Os equipamentos de compostagem são construídos por utentes da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Viana do Castelo.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.