Correio do Minho

Braga, terça-feira

Comédias do Minho apresenta Lusco-Fusco em digressão
'A Revolta dos Ecopontos' em Terras do Bouro

Comédias do Minho apresenta Lusco-Fusco em digressão

Guimarães veste-se de branco a 7 de Julho

Alto Minho

2018-02-20 às 20h32

Redacção

Espectáculo para crianças e famílias, Lusco-Fusco percorre os cinco concelhos do Vale do Minho até finais de Abril. Teatro e dança no mesmo palco.

A Companhia Comédias do Minho apresenta, entre 24 de Fevereiro e 28 de Abril, nos cinco municípios do Vale do Minho, Lusco-Fusco, um espectáculo de teatro-dança dirigido a crianças a partir dos seis anos e famílias, com direcção de Catarina Gonçalves e Filipe Caldeira. Inspirado no livro O Tempo do Gigante, o espectáculo surge de um desejo de partilhar uma experiência sobre o vazio e o que ele pode conter.
Lusco-Fusco vê a vontade de ser um bocadinho inventor do seu próprio espanto e para isso desenha um espaço que pouco a pouco se torna numa invasão feita pela matéria que podemos com ela transformar e sermos transformados, mudá-la de lugar, levá-la connosco, arrastá-la e libertá-la. Deixá-la ser invadida por mãos e pés e cabeças que sentem, salientam os autores da produção em que os performers organizam o corpo para desaparecer, desobedecer e desaprender com a matéria, operam a luz e o som e habitam um lugar aberto ao sensível e à própria percepção de cada criança. 

Em Lusco-Fusco, os intérpretes têm uma valência dupla: partilham com o público a expectativa de um acontecimento observável, mas serão também os seus operadores. Munidos de um naipe de matérias, sejam orgânicas ou industriais, obsoletas ou contemporâneas, os intérpretes fabricam, à vista de todos, aquilo que também eles querem ver. É do encontro das diferentes matérias - entre si e com o corpo - que surge a trama do espectáculo.
Com interpretação de Catarina Gonçalves, Filipe Caldeira e Rita Westwood e dramaturgia de Joana Bértholo, a nova produção das Comédias do Minho é de entrada livre.Lusco-Fusco pode ser visto, dia 24 de de Fevereiro, na Biblioteca Municipal de Valença, prosseguindo a 10 de Março, na Biblioteca Municipal de Monção e, a 14 de Abril, na Biblioteca Municipal de Vila Nova de Cerveira.
Depois de uma representação a 22 de Abril, no Centro Cultural de Paredes de Coura, a digressão pelo Vale do Minho encerra, a 28 de Abril, na Casa da Cultura de Melgaço.

Deixa o teu comentário

Últimas Alto Minho

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.