Correio do Minho

Braga,

- +
Comboios eléctricos começam a circular a partir de 25 de Abril
Guimarães implementa novo projeto social através do programa Bairros Saudáveis

Comboios eléctricos começam a circular a partir de 25 de Abril

Vespa Clube Caminhos de Santiago dá nova vida a antiga escola de Rio Mau

Comboios eléctricos começam a circular a partir de 25 de Abril

Alto Minho

2021-04-10 às 06h00

Redacção Redacção

Secretário de Estado das Infra-estruturas visitou, ontem, obras de passagem desnivelada em Viana do Castelo. Está marcada sessão evocativa de abertura da linha eléctrica com António Costa.

Os primeiros comboios eléctricos vão começar a operar na Linha do Minho, entre o Porto e Valença, a partir do dia 25 de Abril, anunciou ontem, em Viana do Castelo, o secretário de Estado das Infra-estruturas, Jorge Delgado.
O governante, que falava aos jornalistas na freguesia de Carreço, à margem do início da empreitada de construção de uma passagem desnivelada, num investimento de mais de 1,3 milhões de euros, adiantou “estar previsto para o dia 26 um momento evocativo da abertura da linha ferroviária com a presença do primeiro-ministro”.
Em Fevereiro, fonte da CP-Comboios de Portugal disse à Lusa que as primeiras três carruagens eléctricas, compradas à espanhola Renfe, e já sem amianto, começam a operar na Linha do Minho em Abril, mas sem especificar a data.
Na altura, contactada pela agência Lusa, a propósito da conclusão, pela Infraestruturas de Portugal (IP), da modernização e electrificação do troço entre Viana do Castelo e Valença e do início dos testes para a certificação da ligação ferroviária, a fonte da CP adiantou que o início da operação seria assegurado “com três carruagens da série ARCO”.
A mesma fonte referiu ainda que “conforme forem ficando prontas mais carruagens serão colocadas ao serviço da linha, ajustando a oferta às necessidades dos passageiros”.
No final de Março, fonte da IP informou da conclusão do processo de certificação da electrificação do troço entre Viana do Castelo e Valença da Linha do Minho pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT).
A empresa referiu que a fase de construção civil [de modernização e electrificação] acabou no final de 2020, início de 2021, num investimento de 18 milhões de euros.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho