Correio do Minho

Braga,

- +
Colégio João Paulo II participou nas Cimeiras das Democracias
Na cabeça de Vítor Carvalho não há espaço para se pensar em lotarias

Colégio João Paulo II participou nas Cimeiras das Democracias

Pés quentes dos avançados espanhóis selam triunfo para os bracarenses

Colégio João Paulo II participou nas Cimeiras das Democracias

As Nossas Escolas

2021-06-07 às 08h03

Redacção Redacção

Alunos tiveram importante contributo no evento organizado pelo Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa.

O Colégio João Paulo II participou em mais uma edição das ‘Cimeiras das Democracias’, evento organizado pelo Instituto de Estudos Políticos, da Universidade Católica (IEPUC), dedicado, este ano, ao tema ‘A Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia’, que se realizou numa versão online.

O IEPUC desafiou o Colégio João Paulo II a participar na simulação de uma grande assembleia de estados, a pesquisar e a debater valores políticos da maior relevância para o entendimento da cidadania europeia e para a revitalização da Democracia. O CJPII abraçou o desafio e representou, orgulhosamente, a Dinamarca, com a participação dos embaixadores Bárbara Carmelo, Mariana Santos, Dinis Passos, Gonçalo Roriz e Miguel Francisco, alunos do 11.º ano.

A abertura da Cimeira, que foi transmitida em directo no YouTube, contou com a presença do antigo presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e com os convidados Elisa Ferreira, membro da Comissão da União Europeia, e Nuno Brito, embaixador.

Refira-se que esta cimeira das democracias é uma simulação de uma grande assembleia de estados, que pretende debater valores políticos, desafiando os jovens a procurar soluções para os problemas mundiais. Foi organizado por um grupo de Escolas Secundárias e de Embaixadas, com o apoio do Gabinete do Parlamento Europeu, em Portugal, que vai, mais uma vez, atribuir o Prémio EUROSCOLA.

Temas relacionados com a governabilidade da União Europeia, desafios económicos, sociais, ambientais e tecnológicos foram discutidos pelos jovens embaixadores participantes que integravam as comissões de trabalho. Os alunos tiveram o privilégio de discutir sobre um tema ligado à democracia ou à actualidade, contactando com jovens da sua idade, numa actividade altamente enriquecedora, onde colocaram em prática diversas competências: oralidade, argumentação, espírito crítico, empatia, pesquisa e selecção de informação.

Segundo Bárbara Coelho, docente responsável pelo projecto “o Colégio João Paulo II incentiva e aprova a participação dos alunos nestas iniciativas, pois valoriza a sua formação académica e individual”.  A participação dos cinco alunos do 11.º ano “foi excelente”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho