Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Câmara vianense prepara novo orçamento para responder à crise
Bombeiros desempenham uma “muito nobre e importante missão”

Câmara vianense prepara novo orçamento para responder à crise

Vizela prepara novo plano de contigência para segundo semestre do ano

Câmara vianense prepara novo  orçamento para responder à crise

Alto Minho

2020-03-28 às 07h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo assume que as prioridades da autarquia têm de ser adequadas à resposta ao Covid-19. Plano de actividades e orçamento vão ser revistos.

O executivo municipal de Viana do Castelo vai começar a “redesenhar, a partir da próxima semana, o plano de actividades e orçamento do corrente ano.O presidente da Câmara, José Maria Costa, entende que, face ao estado de emergência decreta- do para enfrentar a pandemia da Covid-19, é necessário “mudar a página” das prioridades, para enfrentar as actuais dificuldades e “as que vamos ter pela frente”.
Segundo o edil vianense, que preside actualmente à Comunidade Intermunicipal do Alto Minho, “é preciso reorganizar o foco da acção municipal com prioridade nos apoios à economia, à educação e à acção social”.
No caso da Câmara Municipal de Viana do Castelo, “vamos reafectar verbas para estes três domínios”, esperando o autarca socialista com uma reprogramação dos fundos do quadro comunitário de apoio a Portugal, em fase final de execução. Admite José Maria Costa que certos projectos com financiamento da União Europeia possam ser abandonados a favor do “apoio à empregabilidade e à acção social”.
O autarca assume que o ‘novo’ orçamento da Câmara Municipal, que começará a ser preparada na próxima semana, “terá de ser gerido com muita parcimónia, focado no apoio à economia e no combate à pobreza”.
Antevendo um contexto social económico difícil, José Maria Costa espera que “a pobreza infantil não seja de novo um estigma em Portugal”, à semelhança do que aconteceu com a última crise económica e financeira em Portugal.
O presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo reporta que a pandemia “está a afectar todos os sectores económicos”, considerando que o Governo deve olhar para aqueles que ainda não estão protegidos com medidas excepcionais, como é o caso das feiras e mercados.
Sobre o crescimento do desemprego no concelho, José Maria Costa entende que “é impossível dizer o que quer que seja sobre o futuro”, já que é preciso esperar para saber o tempo de duração da actual pandemia e se haverá uma segunda vaga.
“Vamos ter de estar com muita serenidade e grande clarividência para montar as melhores soluções”, defende.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho