Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Câmara de Ponte de Lima avança com obra para travar sinistralidade
Simulacro apela ao civismo na estrada

Câmara de Ponte de Lima avança com obra para travar sinistralidade

O ensino profissional de Famalicão está vivo e recomenda-se

Câmara de Ponte de Lima avança com obra para travar sinistralidade

Alto Minho

2019-11-04 às 12h44

Redacção Redacção

O Auto de consignação da obra de reabilitação da EN203/Via Foral Velho D. Teresa já está assinado com as Infraestruturas de Portugal. Obra avança.

É com o objectivo maior de combater a sinistralidade na Estrada Nacional n.º 203/Via Foral Velho D. Teresa que a Câmara Municipal de Ponte de Lima avança agora uma intervenção que inclui o tratamento da travessia urbana, incluindo reordenamento de acessos e reformulação de intercecções, através da construção de duas rotundas de forma a reduzir a velocidade de circulação automóvel.
O auto de consignação da obra, cujo investimento ascende a mais de 655 mil euros, decorreu recentemente na presença da gestora regional de Viana do Castelo e Braga das Insfraes- truturas de Portugal (IP). A obra denominada ‘Tratamento de Travessia Urbana Incluindo Reordenamento de Acessos e Reformulação de Intersecções em Ponte de Lima’ irá decorrer entre os kms 21+000 ao 22+000, tendo uma extensão total de 433 metros, prevendo-se a construção de duas rotundas enquanto elementos geométricos ‘quebrantes’, dissuasores de velocidades excessivas.

A gestora regional das IP, Luísa Cordeiro, reconheceu a “necessidade desta intervenção no sentido de reforçar a segurança rodoviária daquela via e adiantou, ainda, que é com satisfação que as IP apoiam este projecto através de uma parceria estabelecida com o Município de Ponte de Lima”.
O presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Victor Mendes, ressalvou que esta parceria “é um bom exemplo entre a nossa autarquia e uma entidade pública, no sentido de concretizarmos um projeto que os cidadãos de Ponte de Lima há anos reivindicam”.

A empreitada proposta tem como finalidade a melhoria da segurança rodoviária na via, introduzindo-se as rotundas enquanto elementos geométricos “quebrantes”, dissuasores de velocidades excessivas. Objectiva-se ainda a reabilitação funcional do pavimento, com introdução de uma estrutura de pavimento nova, correção das sobrelevações da EN203 neste troço, bem como a melhoria das condições de aderência dos automobilistas.
O projecto visa o aproveitamento do sistema de drenagem longitudinal e transversal existente, apostando em segundo plano, na beneficiação da iluminação que irá permitir uma melhoria substancial das condições de visibilidade na zona.

A obra pretende também actuar na melhoria e na reposição do sistema de sinalização vertical, horizontal e de orientação, assim como dos equipamentos de segurança e balizagem.
Considerando que é “uma obra importante”, o presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima garantiu que esta intervenção visa eliminar os pontos negativos e melhorar a segurança rodoviária, desta via - que é “um dos principais acessos à vila limiana e por onde passam diariamente milhares de automobilistas”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.