Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Câmara de Guimarães apoia empreendedores para Elaboração do Plano de Negócios
Paredes de Coura arranca com Marlon Williams e King Gizzard & Lizard Wizard

Câmara de Guimarães apoia empreendedores para Elaboração do Plano de Negócios

Desfile da Mordomia bate recordes com 636 participantes e juventude em destaque

Vale do Ave

2018-02-14 às 22h14

Redacção

A 2ª fase do Programa de Incubação conta com 19 empreendedores para a Elaboração do Plano de Negócios, num projeto pioneiro do Município de Guimarães.

A Câmara Municipal de Guimarães celebrou esta quarta-   -feira, 14 de fevereiro, os contratos com os promotores que integram a segunda fase do Programa de Incubação, num total de 19 empreendedores selecionados para a Elaboração do Plano de Negócios integrado na Incubadora de Base Rural de Guimarães (IBR Guimarães). Esta etapa é dirigida a todos os promotores de ideias de negócio que procuram acompanhamento para a formulação de um plano de negócios estruturado, objetivo e em contexto rural. 
               
A Vereadora do Ambiente, Sofia Ferreira, realçou nesta sessão que a 2ª fase consiste na elaboração de um plano de negócios com a duração de três meses, onde esta equipa irá receber formação, ações de capacitação, apoio na ideia de negócio de cada um e esperar que no final destes três meses já tenham uma ideia capaz de ser concretizada, nesta nova fase de potencialização da economia agrícola e florestal, da indústria artesanal e produtos endógenos, da internet das coisas, do turismo em espaço rural e do território.
 
Sofia Ferreira destacou, em representação do Presidente da Câmara Municipal, que há uma vontade política muito sincera que este projeto tenha o máximo de sucesso no nosso território, sirva de uma boa prática para ser replicado e até servir de um bom exemplo para outros municípios. 
 
A IBR Guimarães enquadra-se em grandes objetivos definidos pelo Município, sendo Guimarães candidata a Capital Verde Europeia num caminho que estamos a trilhar, independentemente do resultado do processo de seleção pois o que importa é a estratégia definida em termos de desenvolvimento referiu Sofia Ferreira Guimarães quer seguir a rota do desenvolvimento sustentável. A Incubadora de Base Rural é uma das muitas medidas que Guimarães está a implementar e assim pretendemos aproveitar o potencial que existe nesta área agrícola, acrescentou a Vereadora da Câmara de Guimarães.
 
No arranque da 2ª Fase do Programa de Incubação, o Diretor Regional Adjunto da Direção de Agricultura e Pescas do Norte, Mário Araújo e Silva, vincou esta grande iniciativa da Câmara Municipal de Guimarães, alertando para os riscos do setor da agricultura na componente de economia de mercado e também pelo risco climatérico, algo que pode ser colmatado pelos seguros agrícolas, alertou.
 
A Elaboração do Plano de Negócios tem início a 26 de fevereiro, na 2ª Fase de um Programa de Incubação Integrado com a duração prevista de um ano, isento de custos para os candidatos.  Ao longo do ano de 2018, a IBR Guimarães lançará novos avisos de abertura de candidaturas para que mais promotores possam encontrar neste serviço os apoios que procuram para desenvolverem e implementarem as suas ideias de negócio.
 
Entretanto, foi aprovado já em reunião do Executivo um regulamento à Incubadora de Base Rural que permite ter um sistema de incentivos para atribuir 16 bolsas no âmbito deste processo, onde os candidatos, se reunirem requisitos, poderão beneficiar do apoio financeiro que o próprio Município disponibilizará para a criação de empresas, com uma vertente especial de promover a coesão social.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.