Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Clubes de futsal lamentam mas aceitam decisão do fecho da época na formação
Miguel Ângelo e Rui Massena no Theatro Circo em Setembro

Clubes de futsal lamentam mas aceitam decisão do fecho da época na formação

Autarca de Terras de Bouro reclama mais investimento do Governo no interior

Clubes de futsal lamentam mas aceitam decisão do fecho da época na formação

Desporto

2020-03-31 às 21h00

Miguel Machado Miguel Machado

Pandemia ditou fim indesejado numa época ainda com os objectivos em aberto, mas o futuro do futsal não podia ser colo-cado em risco. Clubes minhotos resignados com cancelamento das provas nacionais e distritais de todos os escalões de formação.

Num momento em que o país continua a tentar travar a pandemia da Covid-19 com medidas restritivas impostas pelas autoridades, e mesmo assim já vitimou um jovem atleta futsalista de Ovar, a decisão drástica da Federação (FPF) e da AF Braga de colocar um ponto final na temporada 2019/20 dos campeonatos nacionais e distritais de futsal, em todos os escalões de formação, foi acatada com misto de “tristeza” e “resignação” pela parte dos clubes minhotos, muitos deles ainda com objectivos em aberto, na luta pelos títulos e subidas de divisão.
Nuno Leite, presidente da ADC Nogueiró e Tenões, reconhece que já não havia condições para evitar este desfecho.
“Acho que foi uma medida bem tomada, porque infelizmente já se percebe que não se ia conseguir acabar a época em tempo últil, pois a DGS prevê o pico da pandemia em finais do mês de Maio. Na minha opinião a decisão deveria também ser extensível aos seniores. Claro que lamento esta situação, ninguém estava preparado para isto, mas neste momento era dar por finalizado tudo e pensar já na próxima época”, aponta o presidente do clube bracarense que este ano teve quatro equipas em competição nas provas nacionais: seniores, juniores, juvenis e iniciados. Para além dos outros escalões na AF Braga.
Para Luís Barros, coordenador da formação do Nun’Álvares, “em primeiro lugar está a saúde de toda a gente, dirigentes, treinadores, atletas e da população em geral”, e “só depois vem o desporto”. Por isso, o dirigente afirma que o emblema fafense concorda com a decisão da federação e associação, “até porque ninguém sabe até quando vai durar esta situação.”
Dirigente do Nun’Álvares conta ainda que o clube tem apoiado os seus atletas nesta fase complicada em que estão fechados em casa. “A partir dos infantis enviamos treinos para fazerem. Vamos tentando manter a ligação, fazendo video-conferências. Temos também a psicóloga do clube que está em constante contacto com os atletas”, frisou.
Jorge Vilaça, presidente do CDRC Tebosa, lamenta a decisão de acabar com os campeonatos, até porque o clube tinha ainda três equipas em competição, com metas ambiciosas, e as seniores femininas tinham acabado de sagrar-se campeãs inter-distritais pelo que iam disputar a Taça e subida aos nacionais.
“Não concordamos em alguns aspectos com a decisão que foi tomada, de acabar já tudo, mas naturalmente em primeiro lugar tem que estar a saúde de todas as pessoas. Compreendemos isso e temos que cumprir as regras que ditou a Federação. Mas não é uma situação fácil para ninguém. É mau para o nosso clube e para todos”, refere o presidente da colectividade bracarense de futsal de Tabosa, que tens equipas masculinas e femininas na modalidade.
Também o Contacto Futsal, clube de Cabeceiras de Basto, lamenta o fecho de temporada desportiva imposto pela FPF devido à propagação da pandemia do novo coronavírus, até porque tinham acabado de sagrar-se “campeões inter-distritais de juniores” e estavam apurados para disputar a Taça Nacional e o campeonato nacional na próxima época. E o mesmo se aplica ao “escalão de iniciados que também eles estavam apurados para a Taça Nacional. “Resta-nos agradecer a cada atleta, a cada encarregado de educação e a todos os que connosco fizeram mais uma caminhada, infelizmente acaba mais cedo do que o previsto”, referiu o clube em comunicado nas redes sociais.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho