Correio do Minho

Braga, terça-feira

Clube Náutico de Ponte de Lima: os triunfos dispensam adjectivos
GNR sensibiliza para limpeza de terrenos

Clube Náutico de Ponte de Lima: os triunfos dispensam adjectivos

Viana do Castelo eleita Cidade Atlântica do Ano 2018

Desporto

2018-01-21 às 20h07

Rui Serapicos

Presidentes da Federação Portuguesa de Canoagem e do Comité Olímpico Português confessaram ontem, na Gala Anual - Festa dos Campeões 2017, dificuldade em encontrar adjectivos para os êxitos desportivos do Clube Náutico de Ponte de Lima.

Os presidentes da Federação Portuguesa de Canoagem e do Comité Olímpico Português, Vítor Félix e Manuel Constantino, confessaram ontem, na Gala Anual - Festa dos Campeões do Clube Náutico de Ponte de Lima ter dificuldades em adjectivar os sucessos desportivos daquela colectividade.

O dirigente federativo lembrou que o Náutico de Ponte de Lima foi, pelo 11.º ano consecutivo, o melhor do ranking nacional de clubes. Vítor Félix confessou mesmo que gostaria de ver, estrategicamente espalhados pelo território nacional, cinco ou seis clubes como este.

No Auditório Rio Lima, onde o clube homenageou os que mais se distinguiram no ano 2017, o presidente do clube, João Carlos Gonçalves, revelou que o Náutico de Ponte de Lima vai passar também a competir na especialidade de slalom e que vai procurar aumentar o número de associados - são mais de 3.000, queremos 4.000, disse.

No encerramento da sessão, que, com a entrega de prémios, visionamento de vídeos e momentos de entretenimento durou mais de duas horas, o presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Victor Mendes, lembrou os investimentos que a autarquia tem vindo a fazer na criação de condições para a prática da canoagem e assumiu o compromisso de continuar a trabalhar para melhorar as infra-estruturas. O?autarca vincou que esta via tem projectado o concelho em termos turísticos.

O envolvimento do clube com todo o tecido social, com ênfase para as escolas, foi uma das notas mais enfatizadas.

No reconhecimento dos resultados competitivos, tiveram especial evidência o canoísta Fernando Pimenta, campeão da Europa e do Mundo e o técnico Hélio Lucas, com responsabilidades também na selecção nacional.


Quarenta e seis campeões nacionais e doze medalhas em Europeus e Mundiais
Pelo palco do Auditório Rio Lima passaram 46 campeões nacionais que, em 52 embarcações, levaram o clube limiano ao degrau mais alto do pódio nas mais importantes competições de Portugal, assim como os 15 jovens que venceram a final nacional das Primeiras Pagaiadas, uma prova destinada a todos os que se iniciam na canoagem, mas que não atribui o título de campeão nacional. O Clube Náutico, vencedor do Ranking Nacional de Clubes pelo décimo primeiro ano consecutivo, do ranking de medalhas em campeonatos nacionais e taças de Portugal, viu ainda 23 dos seus atletas serem chamados à equipa nacional e participarem nas maiores competições europeias e mundiais, onde conquistaram 12 medalhas em campeonatos do Mundo, da Europa e taças do Mundo, três das quais de ouro.

Realce para os títulos mundial e europeu conquistados por Fernando Pimenta que conquistou oito medalhas, sob orientação de Hélio Lucas técnico nacional e director técnico do Clube Náutico de Ponte de Lima.

Durante a Festa dos Campeões foram ainda recordadas provas organizadas pelo clube em 2017, onde teve grande destaque o Campeonato da Europa de Maratona que, em Junho e Julho, trouxe até Ponte de Lima centenas de atletas, tendo sido considerado pela Associação Europeia de Canoagem, como o melhor europeu de sempre.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.