Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Cirurgiões espanhóis realizam remoção total de estômago por laparoscopia
Natação de Famalicão garantiu subida à I Divisão Nacional

Cirurgiões espanhóis realizam remoção total de estômago por laparoscopia

Mais de 600 famílias fafenses apoiadas em 20 anos

Braga

2018-10-21 às 06h00

Redacção

Três especialistas espanhóis do Centro Hospitalar Geral de La Mancha, Espanha, realizaram, ontem, em Braga, uma cirurgia de remoção total do estômago através de laparoscopia - uma técnica considerada “minimamente invasiva”.

Três especialistas em Cirurgia Geral do Centro Hospitalar Geral de La Mancha, Espanha, realizaram ontem de manhã no Hospital de Braga, uma cirurgia de remoção total de estômago através de laparoscopia, uma técnica cirúrgica minimamente invasiva.
A cirurgia ao vivo, transmitida em directo para os auditórios do Hospital, foi o ponto central do workshop de Gastrectomia Laparoscópica, organizado pela Unidade Funcional Gastro-Esofágica do Serviço de Cirurgia Geral do Hospital de Braga.

A equipa, liderada pelo cirurgião espanhol Carlos Moreno- Sanz, uma referência internacional na área da cirurgia laparoscópica, director do Serviço de Cirurgia Geral do Centro Hospitalar Geral de La Mancha e presidente do Capítulo de Cirurgia Endoscópica da Sociedade Espanhola de Cirurgiões, foi convidada pelo Serviço de Cirurgia Geral do Hospital de Braga, pela sua vasta e reconhecida experiência na cirurgia minimamente invasiva.
De acordo com o cirurgião António Gomes, responsável pela Unidade Funcional Gastro-Esofágica do Hospital de Braga “o objectivo da realização deste workshop, que traz a Portugal uma equipa com muita experiência laparoscópica gástrica, é a partilha de conhecimento que permite aos cirurgiões evoluírem na técnica laparoscópica”.

O médico acrescentou que “esta técnica é gold standard no tratamento de certas patologias e no caso do cancro gástrico, tendencialmente, vai sendo uma opção, embora ainda não se possa afirmar como a única técnica a utilizar”.
Como procedimento minimamente invasivo, a laparoscopia traz inúmeras vantagens para o paciente “menor dor no pós-operatório, reduzido tempo de internamento e mais rápida recuperação”, rematou o cirurgião.
A primeira edição do workshop de Gastrectomia Laparoscópica teve o Patrocínio Científico da Sociedade Portuguesa de Cirurgia e contou com a presença de cerca de uma centena de médicos internos e especialistas de cirurgia geral provenientes de todo o país.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.