Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Cerveira expõe projetos a concurso da futura travessia pedonal e ciclável sobre o rio Minho
Noites Musicais da Arcada celebram a cultura brasileira

Cerveira expõe projetos a concurso da futura travessia pedonal e ciclável sobre o rio Minho

Feira semanal à francesa aproveita Agosto antes do rebuliço das obras

Alto Minho

2018-05-25 às 01h20

Redacção

Hoje, chega a Vila Nova de Cerveira a exposição que dá a conhecer os 24 trabalhos apresentados ao Concurso Internacional de Ideias para a construção da futura travessia pedonal e ciclável sobre o rio Minho, fazendo a ligação entre os concelhos de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño. De carácter itinerante, a mostra vai estar patente até 8 de Junho no Auditório da Biblioteca Municipal.

Pelo impacto transfronteiriço do projeto, a exposição tem despertado um enorme interesse entre o público, que tem a possibilidade de contemplar todas as propostas apresentadas, e entre as quais se destacam os três projetos finalistas: 'Raia' de Álvaro Siza e Jorge Amorim Nunes da Silva; 'Caminho do Rio' de Javier Zubia e Paula Teles; e 'Una línea sobre el Miño' das sociedades Burgos & Garrido e Bernabeu Ingenieros.

O Concurso Internacional de Ideias contou com um elevado nível e diversidade de países participantes, tendo esta exposição o objetivo de informar as populações dos dois concelhos envolvidos sobre as opções que estiveram em cima da mesa e sobre a decisão tomada pelo Júri Internacional.

Está a decorrer a segunda fase do concurso que consiste na negociação de um procedimento para a contratação de um projeto base que se estima que possa estar resolvido durante o verão, de forma a que o projeto final seja conhecido no final do ano.

A construção da nova ponte pedonal e ciclável sobre o rio Minho integra o projeto VISIT RIO MINHO, promovido conjuntamente pela Deputación de Pontevedra, a CIM Alto Minho, a Fundación CEER, o Centro Tecnológico do Mar, a Universidade de Vigo e os municípios do Norte de Portugal.

VISIT RIO MINHO é cofinanciado ao 75 % por fundos FEDER da UE através da convocatória INTERREG V-A POCTEP 2014-2020 e tem por objetivo a qualificação e valorização ambiental dos recursos endógenos do território do Minho e a sua promoção como destino eco-turístico.

Depois de ter sido inaugurada na Deputación de Pontevedra e de ter passado pelo Concelho de Tomiño, a exposição vai estar em Vila Nova de Cerveira durante as próximas duas semanas, tendo já sido solicitada por algumas instituições como por exemplo o Colexio de Enxeñeiros de Camiños de Galicia.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.