Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Centro Social e Paroquial de Garfe inicia construção de lar de 3.ª idade
Paredes de Coura acolhe Ciclo de Polinização Musical

Centro Social e Paroquial de Garfe inicia construção de lar de 3.ª idade

Fafe: Busca em lar por maus tratos e extorsão a idoso

Centro Social e Paroquial de Garfe inicia construção de lar de 3.ª idade

Cávado

2024-02-19 às 10h14

José Paulo Silva José Paulo Silva

Estrutura Residencial para?Pessoas Idosas começou a ser edificada na freguesia de Garfe. Valência social, financiada pelo Programa Pares e Município da Póvoa de Lanhoso, acolherá 30 utentes.

Citação

Mais de dois milhões de euros vão ser investidos na Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI) do Centro Social e Paroquial de Garfe, cuja primeira pedra foi ontem lançada. A cerimónia ocorreu precisamente 22 anos após aquela instituição particular de solidariedade social do concelho da Póvoa de Lanhoso ter inaugurado um Centro de Noite, resposta pioneira mas que já não responde eficazmente às necessidades da população idoso.
O padre Luís Peixoto Fernandes, presidente do Centro e Paroquial de Garfe, destacou isso mesmo no momento de lançamento da primeira pedra da ERPI, afirmando que “cada vez mais idosos pediam constantemente um lar”.
A?construção da ERPI, que terá lotação para 30 idosos e acolherá um serviço de apoio domiciliário para 22 utentes, já foi adjudicada por 2 055 846 euros, contando com uma comparticipação do Programa Pares 3.0 no valor de 877 141 euros.
A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso já se comprometeu em financiar a ERPI de Garfe com 347 500 euros.

“O sonho chegou agora ao fim. Este é o primeiro momento do Lar de Garfe”, declarou ontem o presidente do Centro Social e Paroquial, consciente de que falta ainda muito para liquidar o valor da empreitada.
A direcção do Centro Social e Paroquial anunciou que vai proceder à venda de alguns imóveis de que é a instituição é proprietária, prevendo que ainda fiquem a faltar mais de 500 mil euros para garantir o pagamento da obra.
Presente no lançamento da primeira pedra da ERPI, o presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Frederico Castro, elogiou a “crença” e a “fé” do Centro Social e Paroquial e da população de Garfe na concretização deste projecto.

“O lançamento da 1.ª pedra encerra um ciclo e inicia outro”, assinalou o edil, revelando a forma como a direcção do Centro Social e Paroquial “agarrou com unhas e dentes” a oportunidade de financiamento proporcionada pela terceira fase do Programa Pares. Quanto ao apoio municipal, Frederico Castro disse que “a Câmara fez aquilo que deve fazer”.
O presidente da Junta de Freguesia de Garfe, Paulo Ferreira, afirmou, por sua vez, que “a comunidade garfense está agradecida ao Centro Social e Paroquial”, classificando esta instituição como “uma referência em toda a região”. O autarca garfense considerou que “a ERPI?é mais um serviço de excelência determinante para a sustentabilidade da instituição a longo prazo”.

PRR?e Programa Pares reforçam oferta da rede social concelhia

Através do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e do Programa Pares, a rede social do concelho da Póvoa de Lanhoso vai ser reforçada com mais 144 lugares em creche, 110 lugares em estrutura residencial para pessoas idosas (ERPI) e 80 em serviço de apoio ao domicílio.
João Ferreira, o director do Centro Distrital de Braga do Instituto de Segurança Social, relevou ontem, na cerimónia de lançamento da 1.ª pedra da ERPI do Centro Social e Paroquial de Garfe, que o aumento daquelas respostas sociais significa um investimento de 4 259 411 euros, num esforço repartido entre o Estado Central, as instituições de solidariedade social do concelho e o Município da Póvoa de Lanhoso.
O director da Segurança Social relevou o “pioneirismo” do Centro Social e Paroquial de Garfe ao criar, em 2002, um Centro de Noite, resposta social que ainda é única no distrito de Braga.
Segundo João Ferreira, esta instituição particular de solidariedade social tem sido protagonista na criação de outros serviços relevantes como actividades de apoio pedagógico e de desenvolvimento social e cultural, nomeadamente parcerias para a promoção da igualdade de género.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho