Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Carlos Guimarães: “Título de campeão foi mais do que merecido”
Quatro pessoas detidas por tráfico de droga

Carlos Guimarães: “Título de campeão foi mais do que merecido”

Vale do Ave como motor europeu de desenvolvimento industrial

Carlos Guimarães: “Título de campeão foi mais do que merecido”

Desporto

2023-06-09 às 06h00

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

Soarense SC festejou o título de campeão da Série B da I Divisão da AF Braga e a subida, um feito com sabor ainda mais especial pelo dramatismo numa última jornada frenética. Presidente Carlos Guimarães foi o convidado do Fórum Desporto da Antena Minho.

Citação

inco anos depois, o Soarense SC está de regresso à Divisão de Honra da Associação de Futebol de Braga. Um feito alcançado na derradeira jornada da Série B da I Divisão Distrital e com uma dose de dramatismo e sofrimento à mistura, após uma luta renhida com o Guisande e Maria da Fonte B, que terminou em igualdade pontual, mas com a mítica equipa bracarense a ganhar vantagem na diferença de golos.
“Foi mesmo frenético, foi uma situação que nunca imaginei passar, mas que tornou o nosso feito ainda mais especial. Acabámos o nosso jogo, goleámos por 9-0, terminámos o jogo e não pudemos comemorar logo de imediato, porque ficámos com os ouvidos no outro jogo e só passados dois/três minutos conseguimos festejar e tirar aquele peso de cima de nós. Certamente, guardarei para a vida, foi uma mistura de sentimentos que, dificilmente, dá para explicar o que significou para mim, foi o culminar de sete anos de sonhos”, confessou o presidente Carlos Guimarães, no programa Fórum Desporto, da Rádio Antena Minho, lembrando terem alcançado “um dos grandes objectivos da vida de um clube com 97 anos, que era tornar-se campeão enquanto equipa sénior”.

“O Soarense, num passado recente, teve três títulos de campeão em camadas jovens, um dos títulos no meu primeiro mandato, mas o Soarense foi feito de futebol sénior e é o futebol sénior que faz andar o clube e isto tem um sabor, tremendamente, especial. É uma emoção tremenda”, admitiu o presidente, aguardando com ansiedade o momento em que irá erguer a Taça de Campeão, no sábado.
“Será o momento da minha carreira desportiva, vai ser o coroar de anos e anos de trabalho”.
Recordando uma época com “muitos percalços e dificuldades’, Carlos Guimarães é claro na análise ao campeonato: “não é por ser o presidente, mas acho que este título foi mais do que merecido por todo o tempo que andámos na frente. Dar mérito ao Guisande, teve um início de época catastrófica, mas depois fez um recuperação tremenda e ao Maria, uma equipa muito jovem, que foi a equipa que mais dificuldades nos causou”.

Carlos Guimarães quer aproveitar este título para reforçar a “mística” do Soarense e o apoio dos sócios e adeptos. “Costumo dizer que estou na minha cadeira de sonho, para mim o Soarense é tudo, no futebol vivo para o Soarense. O querer sempre mais para o clube faz-me perceber que esta mística tem de voltar, tal como aconteceu este ano, foi uma alegria imensa ver cerca de 500 pessoas a ver um jogo distrital”, sublinhou.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho