Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Carlos Carvalhal: “Vitória com muito querer os jogadores foram bravos”
Hospital de Braga desmente necessidade de bens alimentares para os profissionais

Carlos Carvalhal: “Vitória com muito querer os jogadores foram bravos”

Ponte de Lima implementa tarifa social de  pagamento de água e saneamento para famílias carenciadas

Carlos Carvalhal: “Vitória com muito querer  os jogadores foram bravos”

Desporto

2020-11-30 às 06h00

Miguel Machado Miguel Machado

Carlos Carvalhal saiu visivelmente satisfeito do jogo com a vitória do SC Braga e não poupou nos elogios aos seus Guerreiros pela forma como se bateram e acreditaram até ao apito final.

Apenas três dias depois do embate europeu “disputadíssimo” com o Leicester (3-3), o treinador do SC Braga reconheceu naturais “marcas físicas e fadiga mental” na equipa, mas elogiou os jogadores pela força que tiveram frente ao Farense. Mesmo quando já parecia impossível chegar aos três pontos.

“Há que dar o contexto a este jogo jogo, três dias depois de uma partida de altíssimo nível com o Leicester, disputadíssimo, que deixou marcas do ponto de vista da fadiga física e mental. Em função disso, o objectivo principal deste jogo era vencer. Alternámos momentos bons com momentos menos bons, relativamente ao que temos apresentado até agora, mas fizemos o suficiente para conseguir a vitória. Apenas foi adiada pela grande exibição do guarda-redes do Farense e pelo poste. Foi uma vitória com muito querer, os jogadores foram bravos”, analisou o treinador do SC Braga, na flasw interview da SportTv.

Apesar das dificuldades impostas pelo adversário, Carvalhal referiu que o SC?Braga podia “ter marcado mais cedo”, pois “teve oportunidades para o fazer na primeira parte”. “Acabamos por ser premiados na parte final, quando apostamos tudo. E tal como disse há três dias, quem sabe se em breve não vamos também marcar nos últimos minutos conforme o Leicester marcou. E aconteceu. Acima de tudo somamos os três pontos que era o mais importante”, frisou o treinador, destacando o trajecto mais difícil para as equipas portuguesas no campeonato que estão nas competições europeias.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho