Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Carlos Carvalhal: “Viemos a Leiria para levar a Taça e vamos fazer tudo para vencer”
Mia Couto vence Prémio Literário Manuel de Boaventura 2021

Carlos Carvalhal: “Viemos a Leiria para levar a Taça e vamos fazer tudo para vencer”

Situação epidemiológica de Fafe melhora depois de um Janeiro “muito complicado”

Carlos Carvalhal: “Viemos a Leiria para levar a Taça e vamos fazer tudo para vencer”

Desporto

2021-01-21 às 12h00

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

Timoneiro dedicou a vitória aos adeptos arsenalistas e ao clube, que festejou 100 anos na terça-feira. Técnico revelou que a comitiva levou malas para Leiria até sábado e que vão fazer tudo para vencer a Taça. Há uma garrafa de Barca Velha à espera.

Foi um Carlos Carvalhal à sua imagem e visivelmente bem disposto no final do triunfo com o Benfica que abriu caminho à final da Taça da Liga. O técnico arsenalista não escondeu a felicidade pelo momento, dedicou a vitória aos adeptos, ao clube, garantiu que tudo vão fazer para levar o troféu para Braga e ainda revelou que tem uma garrafa de Barca Velha à espera para ser aberta no sábado, dia da final.
“Foi um jogo muito difícil, contra uma equipa muito boa, das melhores no contexto nacional, mas fizemos um grande jogo. Dedicar esta vitória aos adeptos que gostariam de estar aqui e pelo SC Braga fazer 100 anos esta semana.”, começou por dizer o treinador, considerando que justificaram a vitória.
“Foi uma primeira parte dividida, com oportunidades de um lado e outro, mandámos uma bola ao poste e, na segunda parte, tivemos sempre o controlo do jogo, ameaçámos muito a baliza do Benfica”, analisou.
Carvalhal recordou ainda a conquista da Taça da Liga na primeira edição da competição: “já vai há uns anos...lembro, foi uma alegria imensa. Há coisas que não se esquecem. Já agora, um abraço, não tem nada a ver com o SC Braga, mas eu gostaria de dar um abraço ao meu grupo de trabalho do ano passado no Rio Ave, porque merecia estar na final-four do ano passado, ficou-me atravessada. Perdi uma garrafa de Barca Velha”, referiu entre sorrisos, confessando que a comitiva foi para Leiria de malas prontas até à final.
“Vamos tentar ver o que fizemos de bem e de mal para rectificar para o jogo com o Sporting. Viemos com as malas para o hotel até sábado, o que poderia acontecer eventualmente era pegar na marmita, na canja e no frango assado e levá-los outra vez embora, mas acreditávamos que podíamos chegar à final. Viemos aqui para Leiria para levar a Taça e vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para vencer no sábado”, garantiu o técnico, assumindo que a equipa terá “menos um dia de preparação, mas estamos habituados a este contexto desde o início da época, não é uma situação nova para nós”.
Carvalhal contou ainda que tem à espera uma garrafa especial para festejar no sábado: “se ganhar abro, essa garrafa foi dada pelo José Mourinho, quando fizemos um Swansea-Manchester United, disse que abria num momento especial. Estava a contar abrir no ano passado, na eventual final-four pelo Rio Ave, não foi possível, mas este ano está pronta para ser aberta”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho