Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Candidatura do Laboratório da Paisagem aprovada pelo Fundo Ambiental
O ensino profissional de Famalicão está vivo e recomenda-se

Candidatura do Laboratório da Paisagem aprovada pelo Fundo Ambiental

Câmara contrai empréstimo para obras na Secundária de Maximinos

Candidatura do Laboratório da Paisagem aprovada pelo Fundo Ambiental

Vale do Ave

2019-07-23 às 19h22

Redacção Redacção

A candidatura ao Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente e da Transição Energética financiará o projeto “Lagoas e Charcas do rio Ave”.

O Laboratório da Paisagem de Guimarães viu aprovada uma candidatura, com nota máxima de mérito (5 valores), ao Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente e da Transição Energética, conseguindo um financiamento para o projecto “Lagoas e Charcas do rio Ave”.

O projecto, que terá implementação na União de Freguesias de Arosa e Castelões, visa valorizar o território e da zona húmida e da galeria ripícola, concedendo valor científico e pedagógico a um dos valores naturais de paisagem mais emblemáticos daquelas localidades do concelho de Guimarães.

Este projecto propõe-se cumprir um dos Objectivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 – domínio 15 – “Proteger a Vida Terrestre”, uma vez que as açcões propostas visam a conservação e defesa do património natural autóctone e diversificado que se encontra sob o risco dos impactes negativos das alterações climáticas e acções antrópicas locais.

Para além de sensibilizar e capacitar os públicos-alvo, através de oficinas e workshops, será produzido e partilhado um conjunto de novos recursos didáticos e pedagógicos, como guias-práticos, plano de sustentabilidade e painéis de sensibilização ambiental, entre outros. O projeto “Lagoas e Charcas do rio Ave” pretende abranger vários intervenientes locais, como a comunidade escolar, seniores e voluntários ambientais, através de acções ambientais concretas assentes no restauro ecológico, conservação da biodiversidade, solo e recursos naturais.

Refira-se que o Fundo Ambiental tem como finalidade apoiar políticas ambientais para a prossecução dos objectivos do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, adotada pelas Nações Unidas, em setembro de 2015.
A apresentação pública do projecto acontecerá na próxima sexta-feira, às 21 horas, na sede da junta de freguesia de Castelões.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.