Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Campanha apoia o comércio local e restauração
Balcão de atendimento digital avança dia 19

Campanha apoia o comércio local e restauração

Propostas do Orçamento Participativo de Barcelos em votação de 15 de abril a 5 de maio

Campanha apoia o comércio local e restauração

Alto Minho

2021-04-06 às 15h00

Redacção Redacção

Campanha de entrega de vales permitirá a cada empresário poder dispor de vouchers de cinco euros para consumo num restaurante local, que deverá atribuir a cada cliente que consuma mais de vinte e cinco euros por comércio.

O presidente da Câmara Municipal de Caminha apresenta, hoje em reunião do executivo, uma proposta para uma campanha de entrega de vales no comércio local que permitirá a cada empresário poder dispor de vouchers de cinco euros para consumo num restaurante local, que deverá atribuir a cada cliente que consuma mais de 25 euros por comércio. “A economia local está no limite e nós disponibilizamos os nossos recursos no máximo das nossas forças às nossas empresas, famílias e instituições”, assegurou Miguel Alves.

A medida destina-se a apoiar o comércio local, incentiva nele a compra do dia-a-dia e, naturalmente, a restauração do concelho, que terá o incentivo de cinco euros de desconto em refeição. “Quem fizer uma compra, num comércio local, acima de 25 euros, tem direito a levar para casa um desconto de cinco euros num dos restaurantes do nosso concelho. Todos os cuidados são poucos mas temos que sair de casa paulatinamente e ajudar a economia das pessoas que conhecemos, que têm os melhores produtos e que fazem parte do equilíbrio económico da nossa terra. Fomos tão longe quanto podíamos com a capacidade financeira que temos”, assegurou ainda Miguel Alves.

A proposta tem como referência a existência máxima de 100 vales de desconto por restaurante do concelho, sendo distribuídos, em partes iguais, pelo comércio local. Tendo em conta que o município tem registo de 58 restaurantes no concelho de Caminha, prevê-se que o montante de apoio mobilizado possa rondar os 30 mil euros, montante que deverá ser pago mediante a apresentação de cada vale utilizado.

Ao longo dos últimos meses foram implementadas mais de 40 medidas de apoio às pessoas, empresas e instituições do concelho. “O Município de Caminha atende a todas as necessidades e, a maior parte delas, através das decisões já tomadas. Mas somos particularmente sensíveis, neste momento, à situação do comércio local que está praticamente fechado desde o início do ano e particularmente limitado há já bastantes meses, à específica condição da restauração que, praticamente desde o primeiro registo de infecção em Portugal, tem estado enormemente condicionada e sem rendimento em várias situações”, pode ler-se, entretanto, na proposta.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho