Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Caminha: Trânsito cortado a partir de amanhã na rua R. João
Governo garante empenho na economia do hidrogénio verde

Caminha: Trânsito cortado a partir de amanhã na rua R. João

Ensino superior em Famalicão atrai número crescente de alunos

Caminha: Trânsito cortado a partir de amanhã na rua R. João

Alto Minho

2020-09-20 às 22h00

Redacção Redacção

Obras de reabilitação urbana obrigam a condicionalismos de trânsito e as cargas e descargas podem ser realizadas das 18h00 às 8h00

Com o início da 2ª fase da operação de reabilitação urbana do Centro Histórico de Caminha, a Rua de S. João ficará interdita ao trânsito a partir de segunda-feira, dia 21 de setembro. As cargas e descargas poderão ser efetuadas durante o horário restante, ou seja, a partir das 18h00 e até às 8h00. No período de trabalhos, só serão admitidas exceções, para cargas e descargas, em casos de extrema necessidade e estando asseguradas todas as condições de segurança. Estima-se que a obra tenha a duração de seis meses.
Durante o dia de ontem foram descarregadas as máquinas e montados os estaleiros que vão dar apoio aos trabalhos da operação de reabilitação urbana do Centro Histórico de Caminha - 2ª fase - na Rua de S. João. Foi também instalada toda a sinalização e montados equipamentos de segurança.
O condicionamento de trânsito irá vigorar a partir da próxima segunda-feira e previsivelmente durante seis meses, período estimado para a execução da obra. Como referimos, esta limitação do trânsito irá vigorar durante o horário de trabalho da obra, ficando a Rua de S. João aberta ao trânsito, para cargas e descargas, das 18h00 às 8h00. Durante o período em que decorrerão trabalhos em obra (das 8h00 às 18h00), em casos de expressa necessidade, o acesso à Rua de S. João para cargas e descargas, poderá ser realizado, se se verificarem as condições de segurança para tal, mas sempre com o acompanhamento do diretor de obra ou do encarregado de frente de trabalho.
O presente plano está sujeito a alterações e ajustes (revisões) à medida que os trabalhos decorrerem. Todas as alterações serão comunicadas ao dono de obra, para validação, e convenientemente divulgadas.
Durante o período de duração dos trabalhos será mantida uma equipa de prevenção, que será responsável pela manutenção da sinalização temporária e eventuais reposições necessárias em virtude de ocorrências não previstas, como acidentes ou vandalismos.
Recorde-se que esta operação de reabilitação inclui a renovação das infraestruturas e a requalificação da iluminação pública e traduz-se num investimento de mais de 400 mil euros.
Na 1ª fase procedeu-se à reabilitação de várias artérias do Centro Histórico de Caminha: ruas Ricardo Joaquim de Sousa e Travessa do Tribunal, Largo do Turismo e Largo Dr. Luis Fetal Carneiro, onde se procedeu à qualificação dos espaços, com a renovação de todas as infraestruturas e redes públicas, incluindo a rede de drenagem de águas residuais, pluviais e abastecimento e rede de distribuição de gás natural.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho