Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Cabeceiras de Basto: Cemitérios não encerram no Dia de Todos os Santos
Jovens sensibilizados para protecção à Covid

Cabeceiras de Basto: Cemitérios não encerram no Dia de Todos os Santos

Município de Braga avança com criação de Centro de Biotrituração Comunitário

Cabeceiras de Basto: Cemitérios não encerram no Dia de Todos os Santos

Vale do Ave

2020-10-18 às 16h13

Redacção Redacção

A Câmara Municipal apela às famílias para que, na medida do possível, não concentrem as suas visitas apenas nos dias 1 e 2 de novembro, aconselhando que o passam fazer ao longo da semana anterior, a fim de se evitarem ajuntamentos para uma melhor proteção da saúde pública e salvaguarda da saúde e segurança de todos.

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto informa que os Cemitérios Municipais de Refojos e Toninha não encerram no Dia de Todos os Santos e no Dia dos Fiéis Defuntos.

De acordo com o despacho de hoje do Presidente da Câmara, os cemitérios municipais manter-se-ão abertos naqueles dias, no horário habitual, entre as 9h00 e as 17h30, estabelecendo, contudo, regras de acesso e permanência para vigorar no período entre 24 de outubro e 2 de novembro, uma vez que se trata de uma altura de grande importância para as famílias de entes queridos já falecidos, com as tradicionais visitas aos cemitérios no dia de Todos os Santos e no dia dos Fiéis Defuntos.

No contexto da pandemia da doença COVID-19 e perante a situação de calamidade declarada pelo Governo no dia 14 de outubro, foram determinadas as seguintes regras:
Limitar, em simultâneo, a presença de duas pessoas por sepultura;
Limitar a permanência de cada pessoa, no interior dos cemitérios, a um período máximo de 1 hora;
Usar obrigatoriamente máscara;
Desinfetar as mãos à entrada e saída dos cemitérios;
Manter o distanciamento social;
Desaconselhar a partilha de objetos de limpeza ou outros;
Proibir ajuntamentos a mais de cinco pessoas;

A Câmara Municipal apela às famílias para que, na medida do possível, não concentrem as suas visitas apenas nos dias 1 e 2 de novembro, aconselhando que o passam fazer ao longo da semana anterior, a fim de se evitarem ajuntamentos para uma melhor proteção da saúde pública e salvaguarda da saúde e segurança de todos.

A Câmara Municipal determinou, ainda, estabelecer, por tempo indeterminado, a fixação de um limite máximo de 20 pessoas nas cerimónias fúnebres, não contando para esse limite a presença do cônjuge ou unido de facto, ascendentes, descendentes, parentes ou afins.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho