Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Bruno Silva bisa e garante reviravolta do Prado sobre o Cabreiros
Póvoa de Lanhoso recebe workshop “Mindfulness” na próxima sexta-feira

Bruno Silva bisa e garante reviravolta do Prado sobre o Cabreiros

Fundação Bienal de Arte de Cerveira recebeu distinção na Galiza no Dia Internacional dos Museus

Desporto

2019-03-18 às 06h00

Telmo Martins

O Prado venceu na recepção ao Cabreiros e subiu ao segundo posto da Pró-Nacional. Marcou primeiro a equipa visitante mas Bruno Silva, já com o Prado em superioridade numérica, operou a reviravolta.

O?Prado recebeu e venceu o Cabreiros, por 2-1, e subiu ao segundo lugar do campeonato. No entanto, a equipa orientada por Zé Nuno Azevedo precisou de sofrer. O Cabreiros marcou primeiro e só em superioridade numérica o Prado conseguiu a reviravolta, com um bis do experiente Bruno Silva.
Início de jogo muito dividido, com muita disputa a meio campo. Na primeira ocasião de golo, Joãozinho inaugurou o marcador. Livre lateral cobrado por Tifas e o avançado do Cabreiros antecipa-se ao opositor e atira para o fundo das redes.

Pouco depois, foi o guarda-redes do Prado a impedir o segundo golo para os visitantes. Tifas surgiu isolado mas permitiu a defesa a Cláudio.
A equipa da casa ainda chegou ao golo na primeira parte mas o lance foi invalidado por fora-de-jogo de Bruno Silva.
Pouco depois foi Paulo Ricardo a estar perto do empate. A cruzamento de Diego o central cabeceou ao lado.
No segundo tempo, contrariedade para Rui Vasquinho logo ao abrir. Peixoto vê o segundo cartão amarelo e deixa a equipa reduzida a dez.

Os da casa aproveitaram e chegaram ao empate em cima da hora de jogo. Bom trabalho de Lucas na esquerda, cruzamento para o coração da área e Bruno Silva, mais alto que todos, cabeceou para o fundo das redes.
O Prado ia crescendo e Bruno Silva esteve muito perto de voltar a marcar. Grande jogada entre Ruizinho, Diego e Cláudio que cruzou atrasado para o avançado atirar por cima.
Mas apesar dos 39 anos, Bruno Silva mostrou que ainda está para as curvas e completou mesmo a reviravolta. Cruzamento de Moreira, Keko mal na abordagem ao lance, e o avançado, ao segundo poste, encostou para o 2-1 final.

Ânimos exaltados no final da partida

No final da partida, quando as equipas se dirigiam para os balneários, gerou-se alguma confusão entre os jogadores das duas equipas, com a GNR a ter que intervir para evitar males maiores.
Rui Vasquinho, técnico do Cabreiros abordou a questão e afirmou que a confusão se deveu a “circunstâncias do jogo da primeira volta”, em que o Cabreiros venceu por 2-1.

Segundo o técnico, com os ânimos exaltados pelo desfecho da partida acabou “ por se aglomerar uma confusão mas tudo acabou por se controla. Não houve agressões, apenas uns empurrões, nada de mais”.
Apesar de ter sido um episódio que em nada dignifica aquilo que as duas equipas produziram dentro das quatro linhas, Rui Vasquinho referiu que “houve hombridade para se resolverem as coisas a bem.”

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.