Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Brexit, Europeias e Erasmus é o mote para um debate na UMinho em Guimarães
TUB com “luz verde” para avançar

Brexit, Europeias e Erasmus é o mote para um debate na UMinho em Guimarães

Caldelas inaugurou albergue do Caminho Geira e Arrieiros

Brexit, Europeias e Erasmus é o mote para um debate na UMinho em Guimarães

Vale do Ave

2019-10-10 às 06h00

Redacção Redacção

Tiago Corais City Councillor pela Câmara de Oxford André Coelho Lima, deputado na Assembleia da República e Nuno Reis, presidente da AAUM, são os oradores do debate que têm lugar hoje, no campus de Azurém.

Perceber as razões e as implicações que o Brexit terá na Europa, mas também na Ciência, nas parcerias entre as Universidades Europeias e Britânicas e na mobilidade universitária do programa Erasmus é o principal objectivo da mesa redonda que terá lugar hoje, a partir das 10 horas, no auditório nobre do campus de Azurém, em Guimarães, iniciativa inserida nas Jornadas de Engenharia e Gestão Industrial da UMinho.

‘Brexit, Europeias e Erasmus’ é o mote da iniciativa que junta na mesma mesa Tiago Corais, ex-aluno da academia minhota e actualmente City Councillor pela Câmara de Oxford pelo Partido Trabalhista Britânico; Nuno Reis, presidente da Associação Académica da Universidade do Minho e André Coelho Lima, cabeça de lista do PSD por Braga nas últimas legislativas e eleito deputado na Assembleia da República.
O debate será moderado por Luís Pinto, aluno do curso de Engenharia e Gestão Industrial e deputado na Assembleia Municipal de Felgueiras.

O Núcleo que Estudantes de Engenharia e Gestão Industrial, a quem cabe a organização destas jornadas, adianta que outro dos objectivos desta mesa redonda é retirar lições sobre o processo do Brexit e perceber que consequências terão para o futuro dos profissionais desta área e o papel da geração mais nova num mundo cada vez mais imprevisível.
Recorde-se que o Reino Unido poderá já no final deste mês sair da União Europeia, não se sabendo exactamente em que condições e quais as consequências futuras.
Tiago Corais afirma que apesar do Brexit (termo que resulta da junção das palavras British (britânico) e exit (saída)) ser apresentado pelos seus defensores como a “emancipação” do Reino Unido sobre a Europa e “transvestido” de um?“Reino Unido Mais Global”, que quer estabelecer acordos comerciais com o mundo, não deixa de ser um movimento que apela à nostalgia dos tempos do império britânico, sendo na prática uma corrente anti-globalização e de isolamento ao mundo.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.