Correio do Minho

Braga, quarta-feira

BragaCult celebra projecto nas ruas do centro histórico
Nova Ágora começa em Guimarães na próxima sexta-feira

BragaCult celebra projecto nas ruas do centro histórico

Carlos Pinto é o novo técnico do FC Famalicão

Braga

2014-04-27 às 06h00

Isabel Vilhena

É um momento de celebração cultural e artística do projecto BragaCult com a comunidade. Evento decorre este fim-de-semana com diversas actividades em três artérias do centro histórico.

As ruas do centro do histórico de Braga, mais concretamente a Rua D. Gualdim Pais, Rua D. Afonso Henriques (troço) e Praceta Dr. António Losa, acolhem este fim-de-semana múltiplas actividades produzidas pelas acções e oficinas de divulgação artística e formação de públicos que, ao longo de mais de três anos, têm sido produzidas pela Companhia de Teatro de Braga com a comunidade no âmbito do projecto ‘BragaCult’.

Ensombrado pela chuva, o evento ‘Mostra’ Cidade/A Rua Vestida’ propõe-se dinamizar o espaço urbano, envolvendo de forma activa artistas, participantes do BragaCult, instituições, habitantes e comerciantes da zona, bem como a comunidade em geral, mostrando à cidade os momentos e resultados mais significativos das várias oficinas que integraram o projecto ‘BragaCult’.

‘Mostra à Cidade/A Rua Vestida’ é um evento de celebração cultural e artística do projecto BragaCult. Assim, as ruas do centro histórico ganham novas vidas que marcaram os vários momentos deste projecto, através das oficinas que incidiram sobre a Palavras, o Corpo, a Luz, o Som, a Escrita, o Dizer, a Imagem, o Espaço.

A mostra decorre em vários espaços públicos e privados de uma zona histórica da cidade recentemente requalificada, que é palco da apresentação de leituras encenadas, instalações plásticas, instalações sonoras, projecções de vídeo, exposições e um concerto final.

A ‘Rua Vestida’ que dá o nome ao evento é uma das actividades de instalação plástica, onde se pode visualizar ao longo de toda a Rua D. Gualdim Pais vários elementos cénicos, e grandes panos a cobrir as fachadas das casas exibindo frases sobre Braga, a partir de textos da Fundação Bracara Augusta.

Da parte da manhã - das 10.30 às 11 horas- na Praceta António Losa, o espaço é especialmente dirigido aos mais pequenos, um espaço de fruição dos audiolivros produzidos na Oficina de Produção de Audiobooks.
No espaço cultural Pedro Remy há um mundo de máscaras para visitar construídas em regime de oficina para o espectáculo Oresteia e outras da autoria de António Jorge.

De realçar a oportunidade de descobrir o Arquivo e Biblioteca da Sé - de portas abertas excepcionalmente - que servirá também como ponto de venda de edições da CTB e da Fundação Bracara Augusta. Pelas ruas da cidade ‘Poetas D’ Orpheu’ leram textos de Fernando Pessoa, Mário de Sá Carneiro e Almada Negreiros com a participação do grupo de Zés P´reiras/Percussão da Equipa Espiral neste momento de celebração cultural, de uma Braga vestida...

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.