Correio do Minho

Braga, terça-feira

Bragacine quer ser festival de referência nacional
Jovem de 22 anos morre esfaqueado nas costas em Viana do Castelo

Bragacine quer ser festival de referência nacional

Gerações lança campanha solidária para apoiar associações concelhias

Braga

2018-11-16 às 09h00

Miguel Viana

Festival decorre hoje e amanhã no Braga Parque e inclui a estreia nacional de filmes e homenagens às actrizes Lydia Wilson e Isabel Ruth.

O Festival de cinema BragaCine pretende ser um festival de referência nacional. A posição foi assumida ontem, na apresentação da edição número 16 do festival , agendado para hoje e amanhã, nos Cinemas Nos Braga Parque.
“O grande objectivo do BragaCine é ser um grande festival. O que nos falta é apenas um maior apoio financeiro. Temos umas salas fantásticas para realizar o festival, e o ano passado tivemos lotação esgotada”, apontou Artur Barros Moreira, programador do festival e responsável pelo Cine Clube da Universidade do Minho.
Uma pretenção que merece o apoio do Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ).

“O BragaCine é um festival de cinema que, pelas suas características se torna incontornável. Há eventos de referência que surgiram de pequenos grupos. Estamos a falar do ‘Curtas’, de Vila do Conde’, do ‘Cinanima’, do Fantasporto’ e que começaram como o BragaCine, através de uma pequena associação”, lembrou Vítor Dias, delegado regional do Norte do IPDJ.
O festival arranca hoje á noite (21.30 horas), com a exibição do filme ‘Isto é Vida’, de Dan Fogelman, e das curtas-metragens ‘Entreespaços’ , ‘Ruas’ e ‘Awaken’. Às 00.30 horas são exibidas as curtas-metragens ‘Cinco Cigarrilhas’ e ‘O Diabo Veste Plástico’, seguindo-se a estreia nacional do filme ‘I Still See You’ (de Scott Speer).

Amanhã é a vez de serem exibidas as obras ‘Através da Sombra’(de Walter Lima Junior), ‘O Som dos Sineiros e Mergulho no Cávado’ (ás 15.10 horas) , de ‘Raiva’ (de Sérgio Tréfaut), ‘Avesso (ás 17.30 horas). Meia hora depois estreia, a nível nacional, o filme ‘Yardie’ (de Idris Elba), seguida da curta-metragem ‘Shinigami’. A sessão de encerramento é constituída pelo filme ‘Uma Guerra Pessoal’, em estreia nacional, e pela homenagem às actrizes Lydia Wilson (‘Star Trek Beyond’) e Isabel Ruth.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.