Correio do Minho

Braga, sábado

“Braga tem todas as condições para se tornar a Capital da Fotografia”
Força da criação nacional e internacional atinge Guimarães

“Braga tem todas as condições para se tornar a Capital da Fotografia”

Câmara Municipal promove reuniões para estabelecer rede de proximidade entre baldios do concelho

Ensino

2018-09-14 às 06h00

Marta Amaral Caldeira

O Reitor da Universidade do Minho destacou que Braga tem valor para se afirmar na área da fotografia, na apresentação dos ‘Encontros da Imagem’, que decorrem de 21 de Setembro a 28 de Outubro.

Quarenta exposições, 17 espaços/edifícios de Braga, Barcelos, Guimarães e do Porto, 100 artistas e mais de um mês para apreciar a inquietude do mundo através de imagens fotográficas de autores de renome Assim será a 28.ª edição dos ‘Encontros da Imagem’, este ano sob o mote do ‘Belo e Consolação’ - prometendo agitar consciências com fotografias marcantes e muitas ampliadas em formato gigante.
O evento cultural foi apresentado, ontem, na reitoria da Universidade do Minho (UMinho), instalada no Largo do Paço, espaço que abraça formalmente a iniciativa e vai também receber exposições, para além do respectivo edifício do Convento de São Francisco. Ambos os edifícios da universidade terão as portas abertas ao fim-de-semana, durante as exposições.

Alfredo Cunha e José Bacelar são dois dos fotógrafos que marcam presença nestes ‘Encontros de Imagem’ 2018, que vai expôr o olhar de ambos sobre lugares comuns ou mais recônditos de Braga. São muitos os artistas convidados de vários países, cujas imagens serão divulgadas e promovidas no âmbito da iniciativa.
Carlos Fontes, director dos ‘Encontros de Imagem’, destaca “a regionalização pela Cultura” que o evento incrementa ao expandir-se na área do Quadrilátero Urbano, embora Vila Nova de Famalicão tenha ficado ‘de fora’ desta vez, mas que se espera enquadrar também no futuro.

Fontes indica que os ‘Encontros’ avançam ainda para a vertente das media arts com um concerto no GNRation, com acompanhamento de projecção de video-mapping de um artista convidado, Sérgio Couto.
O evento conta com mais algumas parcerias, com uma dezena de editoras a associar-se, entre as quais a bracarense 100.ª Página - que vai disponibilizar uma banca totalmente dedicada à foto e às artes na Feira de Editoras.

Para o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, é importante que os ‘Encontros de Imagem’ ganhem continuidade ao longo do ano, garantido o apoio ao projecto. “Cá estamos para participar num projecto de afirmação comunitária”, frisou o autarca, elogiando os parceiros privados que se associaram à iniciativa, mas antevendo que é necessário que “mais empresários” acarinhem estes projectos culturais até porque Braga é ‘Cidade Criativa para as Media Arts”.
O reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, destacou que “Braga tem tradição na cultura de fotógrafos” e que deve saber aproveitar esse facto para se afirmar.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.