Correio do Minho

Braga,

- +
Braga renova adesão a programa da ONU
Alma na reentrada ainda deu para fazer tremer o leão

Braga renova adesão a programa da ONU

Manuel Moreira quer concretizar “quatro obras emblemáticas”

Braga renova adesão a programa da ONU

Braga

2021-10-14 às 06h00

Redacção Redacção

Município acertou ontem, Dia Internacional para a Redução de Catástrofes, a renovação da adesão ao programa das Nações Unidas dedicado a este tema. Desde 2019 já foram promovidas diversas medidas direccionadas à prevenção e mitigação de riscos.

Aproveitando o Dia Internacional para a Redução de Catástrofes, que ontem se celebrou, a Câmara Municipal de Braga, através da Divisão de Protecção Civil, acertou a reonvação da adesão ao programa das Nações Unidas para a Redução do Risco de Catástrofes intitulado ‘Making Cities Resilient’.
Esta é uma iniciativa a que Braga aderiu em 2019, tendo sido promovidas diversas medidas direccionadas à prevenção e mitigação de riscos colectivos, das quais se destacam a criação de Unidades Locais de Protecção Civil e o reforço das competências e da capacidade operacional da Divisão de Protecção Civil.
O Município procedeu ainda à adopção de procedimentos regulares de comunicação e informação publica, à elaboração e implementação de medidas de autoprotecção para os edifícios públicos, com especial relevo para as escolas, assim como o reforço da cooperação institucional entre entidades.
Recorde-se que oDia Internacional para a Redução de Catástrofes, deliberado em 1989 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, pretende consciencializar os decisores políticos e os cidadãos para a implementação de políticas públicas que evitem ou mitiguem a ocorrência de catástrofes, numa perspectiva de prevenção e redução de danos humanos e materiais, directamente causados pela ocorrência de desastres naturais.
Entretanto, a Divisão de Protecção Civil do Município de Braga e a Cáritas Arquidiocesana de Braga, no âmbito do projecto ‘MakeBraga CDLS-4G’, estão a desenvolver a iniciativa ‘4Braga’, que visa apoiar as comunidades bracarenses na sua auto-organização, prevenção de riscos e capacidade de resposta face a uma real situação de emergência. No âmbito desta iniciativa, serão realizadas acções junto das comunidades sobre medidas de prevenção e de actuação em diversas situações, incluindo em caso de incêndio, cheias, falhas de eletricidade, acidentes domésticos, vagas de frio e de calor.
O desenvolvimento destas acções conta com a colaboração de diversas entidades com relevância para os temas a abordar, numa ótica de trabalho em rede.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho