Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Braga: Polícias patrulham com bicicletas e ‘segways’
Casais debate construção sustentável

Braga: Polícias patrulham com bicicletas e ‘segways’

Câmara de Monção investe 1,6 ME no Pólo de Vale de Mouro

Braga: Polícias patrulham com bicicletas e ‘segways’

Braga

2014-02-06 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

PSP recebeu ontem a visita do presidente da câmara de Braga. O município vai apoiar o Projecto de Policiamento Velocipédico e Segway. O centro histórico e a zona universitária serão áreas prioritárias.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) vai criar circuitos de policiamento de proximidade na malha urbana da cidade com recurso a bicicletas e segways. O projecto, a implementar na Primavera ou início do Verão, foi revelado ontem, na visita que o presidente da Câmara Municipal de Braga efectuou ao comando distrital da PSP.
O ‘Projecto de Policiamento Velocipédico e Segway assenta em três circuitos. Um deles, assegura o policiamento com patrulhas velocipédicas num percurso entre as estações ferro- viária e rodoviária. Um segundo circuito, mais longo, cobrirá uma área que vai da Avenida Central ao campus de Gualtar da Universidade do Minho. Com uso de dois segway (veículo eléctricos auto-equilibrado) a ceder pela câmara de Braga, a PSP propôe-se patrulhar a zona pedonal do centro da cidade. Se este projecto de policiamento funcionar, o policiamento poderá ser alargado, numa segunda fase ao Parque da Ponte, Parque de lazer das Camélias e Monte Picoto, adiantou ontem o intendente Daniel Mendes, da PSP de Braga.

O comandante distrital da PSP, Gomes do Vale, precisou que depois de um período inicial, “haverá uma avaliação” para decidir ou não a expansão da área de policiamento que contará, para já, com quatro bicicletas. De acordo com os responsáveis da PSP, um policiamento deste tipo permite “mais proximidade e mais mobilidade”, contribuindo para “reduzir o sentimento de insegurança e diminuir a criminalidade”.
O policiamento velocipédico dará uma atenção especial à zona envolvente do pólo universitário de Gualtar, onde a PSP regista “alguma redução da criminalidade”. Só que, como salientou ontem o superintendente Gomes do Vale, “se os números nos dizem que houve redução da criminalidade, a percepção de segurança não os acompanha”.

O presidente da câmara de Braga, Ricardo Rio, apontou o acordo que a autarquia vai celebrar com a PSP para a cedência dos veículos segway como exemplo da “relação de grande colaboração” que quer aprofundar com a corporação policial. Partilha de recursos materiais- brevemente acordo de cedência das segways - levar a PSP para zonas que consideramos críticas.
O edil visitou as instalações do comando e das esquadras da PSP, confirmando que os polícias não dispõem das condições mais adequadas ao exercício das suas funções.
A necessidade de novas instalações para a PSP é reconhecida há vários anos, tendo o presidente da câmara assegurado a criação, em Braga, de um verdadeiro ‘’Campus de Segurança’ que venha, não só, a acolher novas instalações para a PSP, mas que agregue outras forças de segurança pública e serviços do Estado e da autarquia.
Ricardo Rio adiantou a existência de “um compromisso efectivo por parte do Ministério da Administração Interna de dotar a PSP, ainda no presente mandato do Governo, de instalações próprias, com outras condições, funcionalidades e conforto para os agentes, e outra acessibilidade para os cidadãos”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho