Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Braga e Guimarães unem-se com uma vertente social pelo meio
Ministra não se compromete com Hospital de Barcelos

Braga e Guimarães unem-se com uma vertente social pelo meio

Auditório Vita é palco de Gala Solidária da AVI

Braga e Guimarães unem-se com uma vertente social pelo meio

Desporto

2019-10-14 às 06h00

Ricardo Anselmo Ricardo Anselmo

Estafeta da Amizade uniu pela quarta vez consecutiva os municípios de Braga e Guimarães numa prova de atletismo onde todas as inscrições reverteram a favor das Cerci’s das duas cidades.

O lema ‘Duas Cidades, Um Território’ deu o mote e o que se assistiu antes, durante e após a ‘Estafeta da Amizade’ - prova de 20 quilómetros que uniu as cidades de Braga e Guimarães por via da estrada nacional 101 - foi uma autêntica demonstração de cooperativismo, fair-play e, claro está, solidareidade.
Pelo quarto ano consecutivo, os municípios de Braga e Guimarães uniram-se, numa organização conjunta com a Global Sport, para a realização desta prova de atletismo que contou com a presença de cerca de 200 equipas, com quase 800 atletas inscritos (cada equipa teria de participar com dois homens e duas mulheres).

O ponto de partida deu-se no Estádio 1.º de Maio, com o primeiro ponto de transição marcado para o quilómetro cinco, em Trandeiras; ao quilómetro dez o segundo ponto de transição, na Portela - Balazar; o terceiro ao quilómetro 15, em S. João de Ponte, com a meta situada na Alameda Doutor Alfredo Pimenta, em Guimarães.
Para além da promoção da igualdade de género, esta prova teve também associada essa vertenta social, com a total distribuição das receitas geradas pelas inscrições pelas Cerci (Cooperativa de Educação e Reabilitação para Cidadãos mais Incluídos) de Braga e Guimarães.

Esse facto e a possibilidade de aproximar cidadãos de duas cidades que, no futebol, mantêm rivalidades, muitas vezes, para lá do aceitável, foram notas de destaque no discurso dos autarcas de Braga e Guimarães. Sameiro Araújo, vice-presidente da CM Braga e vereadora responsável pelo pelouro do Desporto afirmou que esta é uma “iniciativa de louvar”.

“É uma prova que tem já algumas edições e que surgiu do compromisso entre as Câmaras Municipais de Braga e Guimarães. É uma estafeta cujo objectivo passa por unir estes dois povos, com uma finalidade totalmente solidária, já que todas as inscrições revertem para as Cerci de Braga e Guimarães. É uma iniciativa de louvar e faz todo o sentido”, destacou.
Também Ricardo Costa, homólogo da cidade-berço, falou da necessidade de união.
“Sabemos que às vezes existe alguma rivalidade no futebol, mas no que diz respeito aos territórios nós temos é de estar unidos. A causa das Cerci de Braga e Guimarães são fundamentais para promover a inclusão das pessoas. As pessoas precisam todas de ajuda”, concluiu.

Notáveis testemunharam vitória do SC Braga

“Em terras de conquistadores, quem venceu foram os guerreiros”, pôde ouvir-se na hora da entrega de prémios. E não havia como se levar a mal esta saudável provocação, já que a competição propriamente dita ficou para segundo plano num dia em que prevaleceu a solidariedade e o cooperativismo.
Ainda assim, Jéssica Pontes, atleta do SC Braga, acabou por ser a grande vencedora da prova, ao cortar a meta em primeiro lugar com um tempo de 1.07.22. No segundo lugar ficou a equipa Liferunners e o Vitória SC fechou o pódio na 3.ª posição.
A atleta pôde juntar o melhor de dois mundos. “É muito bom ajudar e é óptimo poder juntar o útil ao agradável: participar e ajudar.”
Aurora Cunha e Dulce Félix foram as embaixadoras da prova e salientaram a alegria pela participação. “É um orgulho poder estar aqui presente e ao mesmo tempo conviver com esta moldura humana e reviver um pouco da minha modalidade”, assinalou a tri-campeã mundial Aurora. Já Dulce Félix falou da inspiração que pode significar a sua presença. “É bom nós, atletas de referência, aparecermos nestas iniciativas para ajudar e motivar as pessoas a praticar desporto”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.