Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Braga é exemplo na transição para uma economia de futuro
Excutivo municipal aprovou orçamento de 114 milhões de euros

Braga é exemplo na transição para uma economia de futuro

Câmara Municipal de Vila Verde aprova orçamento superior a 42,9 milhões de euros para 2021

Braga é exemplo na transição para uma economia de futuro

Braga

2020-10-22 às 08h00

Redacção Redacção

PRESIDENTE da câmara, que participou numa conferência internacional sobre talento e liderança, re-feriu que a inovação, o capital humano e o conhecimento são os motores do crescimento económico.

O presidente da Câmara Municipal de Braga foi um dos líderes internacionais que integrou um painel subordinado ao tema ‘Preparação de talentos: inovação urbana nas principais cidades internacionais’ na conferência ASU-GSV, uma organização da Universidade do Estado do Arizona e da Global Silicon Valley, que se realiza anualmente em San Diego, Califórnia. Este ano, devido à pandemia Covid-19, a conferência realizou-se apenas no digital e teve como principais oradores Colin Powel, Charles Koch ou Gloria Steinem, tendo contado com mais de 27 mil inscritos de 135 países.
Ricardo Rio apresentou Braga como um exemplo de cidade que fez uma transição com sucesso para uma economia de futuro, baseada na inovação, no capital humano e no conhecimento enquanto motores do seu crescimento, gerando riqueza e bem-estar. Para isso, referiu, muito contribuíram instituições, empresas e estruturas como o Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, a Universidade do Minho, a Bosch, a Fujitsu, a InvestBraga e a StartUp Braga, todos contando com o ingrediente crucial do talento humano para se afirmarem.
De acordo com o autarca, as cidades assumem ainda um papel emergente como agentes de mudança para a educação, permitindo que criem e executem estratégias de criação e captação de talento que reflitam os seus planos de crescimento económico, a sua cultura e qualidade de vida. Estima-se que, em 2030, 70% dos cidadãos do mundo viverão nas cidades ou nas suas imediações. Líderes de cidades do Estados Unidos da América, Afeganistão e Emirados Árabes Unidos, representando oito cidades e quase 38 milhões de cidadãos, juntaram-se neste painel e compartilharam as suas visões sobre estes temas e desafios.
Segundo Ricardo Rio, existirão no futuro um conjunto de cidades que, embora menos conhecidas a nível global, oferecem excelente qualidade de vida, mel- hor acesso à inovação e educação e uma estrutura de custos mais razoável.
Sobre esta temática, o Global Parliament of Mayors (GPM) adoptou a iniciativa denominada ‘GPM Talent CitiesTM’, com o objectivo de aumentar a capacidade dos responsáveis políticos das cidades para garantirem a criação e captação de talentos. Braga, que tem Ricardo Rio como membro da Comissão Executiva do GPM, está a liderar esta iniciativa, e foi o organizador deste painel, que se insere na criação de um Hub Internacional de Talento, que agregará diferentes cidades do planeta.
Neste painel, que foi moderado pela responsável do ‘GPM Talent CitiesTM’, Gerri Burton, participaram ainda o vice-Ministro dos Assuntos Urbanos do Afeganistão e antigo Mayor de Kandahar, Roshaan Wolasmal, o Head of Program Management da cidade de Masdar City de Abu Dhabi, Stephen Severance e ainda o CEO da San Diego Workforce Partnership, Peter Callstrom.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho