Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Braga é exemplo na integração de migrantes
Caminha: Detido por cultivar produtos estupefacientes

Braga é exemplo na integração de migrantes

Viana do Castelo: Câmara oferece duas bicicletas para patrulha urbana da PSP

Braga é exemplo na integração de migrantes

Braga

2023-06-09 às 10h14

Redacção Redacção

Alta-Comissária para as Migrações salientou a capacidade que Braga tem tido para colocar no terreno iniciativas que contribuem para dar as respostas às comunidades migrantes.

Citação

De visita à sede da Associação de Imigrantes Senegaleses em Portugal - ‘Conquista Vontades’, localizada em Braga, a alta-comissária para as Migrações, Sónia Pereira, elogiou a “visão estratégica de política pública” do Município de Braga na promoção da integração de migrantes.
A alta-comissária sublinhou ainda a capacidade que a autarquia bracarense tem tido para colocar no terreno iniciativas que contribuem para dar as respostas necessárias às comunidades migrantes.
Para Sónia Pereira, Braga tem sido também “exemplar” na aplicação do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI), estando já a executar o seu terceiro plano local para a integração de migrantes. A responsável agradeceu ainda o apoio do Município de Braga no acolhimento de cidadãos afegãos, em específico, ao grupo de música do Instituto Nacional do Afeganistão constituído por jovens alunos e músicos que deixaram de poder exercer a sua actividade no seu país e que, em Braga, encontraram condições para fazê-lo.

A acompanhar a visita da alta-comissária para as migrações esteve Ricardo Rio, que referiu que o concelho tem actualmente representadas 130 nacionalidades e que este facto tem sido uma experiência muito enriquecedora para a cidade.
“A par da comunidade brasileira, que é a mais expressiva, temos comunidades de outras geografias, desde o leste da Europa à África e à Ásia e, em todos os casos, com uma grande capacidade de integração no concelho”, notou.
Segundo o presidente da Câmara, as associações representativas das comunidades migrantes, como a ‘Conquista Vontades’, têm “reforçado muito o trabalho das respostas públicas, quer do Estado Central, quer do Município”.

A associação ‘Conquista Vontades’ é reconhecida pelo Alto Comissariado para as Migrações e possui estatuto de entidade de utilidade pública desde 2021. Em 2022, o Município estabeleceu com esta associação um memorando de entendimento com vista à implementação do projecto ‘Parceria para a Integração’.
O projecto, implementado no âmbito do Plano Municipal para a Integração de Migrantes, visa a promoção da integração de nacionais de países terceiros no concelho. O Município ajudou ainda a dotar a sede da associação de equipamento de funcionamento.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho