Correio do Minho

Braga, terça-feira

Braga: Capital da Juventude em causa se dinheiro não chegar rápido
Câmara assinou protocolos com Real Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vizela

Braga: Capital da Juventude em causa se dinheiro não chegar rápido

Aposta na ferrovia “é fundamental” para internacionalização da economia

Braga

2012-07-19 às 06h00

José Paulo Silva

A Fundação Bracara Augusta apresentou um balanço “muito positivo” dos primeiros seis meses de ‘Braga 2012 , apesar do financiamento do QREN ainda não ter chegado.

O presidente da Fundação Bracara Augusta apresentou ontem um balanço “muito positivo' dos primeiros seis meses da Capital Europeia da Juventude (CEJ) Braga2012, mas avisou que a restante programação ficará “em causa” se as verbas do financiamento europeu não forem desbloqueadas rapidamente. No dia em que recebeu a “notícia positiva” da aprovação do regime de excepção por parte da gestão do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) para projectos apresentados pela CEJ, Hugo Pires disse esperar que o dinheiro chegue rapidamente. A comparticipação europeia para a CEJ é feita através do QREN e atinge os cinco milhões de euros mas, segundo os responsáveis da Fundação Bracara Augusta, “ainda não chegou um euro”. Dos 6,2 milhões de euros orçamentados para a CEJ, a Fundação recebeu apenas 860 mil dos 1,2 milhões de euros contratados com a Câmara de Braga.

Tesouraria aguenta mês e meio

Segundo Hugo Pires, a CEJ “só tem dinheiro para mais um mês e meio de funcionamento”.
Para além do financiamento desbloqueado pela Câmara, a programação dos primeiros seis meses da CEJ tem sido possível com a compreensão de fornecedores, assim como das “associações parceiras no evento”.
Animado com a notícia da aprovação do regime de excepção para os projectos da CEJ por parte do QREN, o presidente da Fundação Bracara Augusta não descansa. “Se esse dinheiro não vier, obviamente que coloca todo o evento em causa. Temos feito um esforço muito grande, as associações têm feito um esforço muito grande, os fornecedores têm feito um esforço muito grande, e esse esforço tem um limite temporal, que é o próximo mês e meio. Se o financiamento não vier, tudo estará em causa”, alertou ontem.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.