Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Braga - Capital da Cultura do Eixo Atlântico retomada a 19 de Abril
Vizela com a Primeira Liga aos seus pés

Braga - Capital da Cultura do Eixo Atlântico retomada a 19 de Abril

Experiência e honestidade são valores que marcam a liderança da Remax Braga

Braga - Capital da Cultura do Eixo Atlântico retomada a 19 de Abril

Braga

2021-04-10 às 06h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Interrompida com a chegada da pandemia, a Braga Capital da Cultura do Eixo Atlântico é retomada a partir de 19 de Abril e conta com um vasto programa para desenvolver até ao final do ano.

Há um ano, a pandemia chegou e obrigou ao cancelamento da programação prevista para a Capital da Cultura do Eixo Atlântico (CCEA). A iniciativa é agora retomada, a 19 de Abril, com Braga a ostentar o título durante este ano de 2021.
A cerimónia oficial que maraca a abertura desta VI Capital da Cultura do Eixo Atlântico está marcada para as 19 horas, do dia 19, no Altice Forum Braga, com o concerto ‘Canto D’Aqui convida Oscar Ibáñez & Trio’.
O evento de abertura, limitado a convidados devido à obrigação do cumprimento das regras de lotação das salas de espectáculos definidas pela Direcção-Geral de Saúde, poderá ser acompanhado pelo público através da transmissão em directo nas páginas de facebook do Município de Braga, do Eixo Atlântico e da Braga 2021 Capital da Cultura do Eixo Atlântico.
Em comunicado, a Câmara de Braga realça que o acolhimento da Capital da Cultura do Eixo Atlântico “é estratégico para o envolvimento da comunidade numa crescente dinâmica de criação e fruição cultural da cidade e da região por parte dos cidadãos”.
A mesma fonte refere que além da adaptação de alguns eventos realizados anualmente no território do Eixo Atlântico, está ainda programado um conjunto de iniciativas inéditas como o Festival ‘ZZ Jazz no Eixo’, o Noroeste - Festival de Música Contemporânea de Raiz, o FIO - Festival Informal de Ópera ou o Fenda - Festival de Cultura Urbana.
A programação completa pode ser consultada no website da CCEA: http://cceabraga.com.
“Esperamos contribuir para a consolidação e difusão da Cultura do Noroeste Peninsular, conscientes de que esta oportunidade será uma ponte importante para a construção da candidatura de Braga a Capital Europeia da Cultura em 2027”, refere Ricardo Rio, presidente da Câmara de Braga e do Eixo Atlântico, na mensagem incluída no programa agora revisto para 2021.
Ricardo Rio realça ainda que com a Capital da Cultura do Eixo Atlântico se celebra a cooperação transfronteiriça com um programa que abraça todo o território do Noroeste Peninsular. “Queremos, por isso, que a Capital da Cultura do Eixo Atlântico – Braga 2021, seja um momento de afirmação da nossa identidade e que contribua para aumentar a dinâmica cultural de cada uma das cidades que integram esta associação transfronteiriça”, vinca o autarca.
Já a vereadora da Cultura, Lídia Dias, destaca que “o acolhimento da Capital da Cultura do Eixo Atlântico torna-se um passo determinante no processo de envolvimento da comunidade numa crescente dinâmica de criação e fruição cultural, que nos vai conduzir, seguramente, a uma organização maior, como é a Capital Europeia da Cultura em 2027”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho