Correio do Minho

Braga, sábado

- +
‘Bolinhos de Bacalhau’ casam com vinho verde Alvarinho no ‘Bem-Me- Quer’
Município desafia entidades a participar no programa ‘Florestar Braga’

‘Bolinhos de Bacalhau’ casam com vinho verde Alvarinho no ‘Bem-Me- Quer’

Atuação do Município de Guimarães reconhecida com Prémio Viver em Igualdade

‘Bolinhos de Bacalhau’ casam com vinho verde Alvarinho no ‘Bem-Me- Quer’

Economia

2020-09-25 às 09h00

Redacção Redacção

Inaugurado em 1957, no Campo das Hortas, o restaurante ‘Bem -Me-Quer’ tornou-se uma referência da gastronomia regional. Bolinhos de Bacalhau, Bacalhau à Bem Me Quer ou as Papas de Sarrabulho à Moda de Braga fazem as delícias dos clientes.


‘Bolinhos de Bacalhau’ com um copo de vinho verde ‘Aveleda Alvarinho’ é o petisco para saborear no res- taurente ‘Bem Me Quer’. até ao dia 4 de Outubro, no âmbito da sexta edição do ‘Verde Cool’. Tudo por 3,50 euros.
José Dias, gerente e c’chefp do restaurante ‘Bem- Me - -quer’ explicou que a escolha do petisco obedece a dois factores: “a tradicionalidade em termos gastronómicos, e daí os ‘Bolinhos de Bacalhau’ serem uma referência nossa em termos gastronómicos desde 1953 e a harmonia com este Alvarinho. É um Alvarinho que sai dos leitos do rio Sousa, muito suave, muito leve, fora das características do Alvarinho do Minho.”
O petisco resulta de um dos pratos mais procurados pela clientela da casa, que dispõe de uma carta variada. “Esta casa sempre se destacou pela gastronomia tradicional local e a minhota, com alguns apontamentos nacionais. Daí se retira o ‘Bacalhau à Bem Me Quer’, o Cabrito Assado, as Papas de Sarrabulho à Moda de Braga, a lampreia, o polvo, que são os pratos mais procurados”, indicou o ‘chef’ José Dias.
Ianugurado em 1957, o restaurante ‘Bem-Me-Quer’ esteve fechado durante cerca de dois meses por causa da pandemia da Covid-19. A “nova realidade” levou a que a casa tivesse de se adaptar a novos desafios.
“A casa em si teve o cuidado de se adaptarn às regras gerais da Direcção Geral de Saúde e, também ns feitura dos seus pratos tem o transtorno, apenas e só, de termos optado por não termos pratos pré-feitos. A execução é feita na hora, e com todos os preceitos de higiene e segurança. Somos, já eramos e continuamos a ser muito cuidadosos na higiene”, destacou o ‘chef’ José Dias.
No que se refere às salas, foram adoptadas medidas de modo a cumprir o distanciamento social e a higienização das mãos.
“Cortamos qualquer uma das salas que temos disponíveis à relação dos 50 por cento, conforme foi proporcionalmente definido pelo Governo. Toda a sinaléctica e toda a informação, a dispensa dos higienizantes e bactericidas, bem como as máscaras, está tudo disponível para que os nossos utentes usem esses produtos”, destacou José Dias.
O ‘Verde Cool’ é uma iniciativa da Associação Comercial de Braga, em colaboração com o jornal ‘Correio do Minho e a ‘Rádio Antena Minho’ (106 FM).
O objectivo é promover os produtos regionais, em especial o vinho verde e a gastronomia.
O evento decorre em 44 espaços de restauração da região até ao dia 4 de Outubro.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho