Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Biblioteca digital quer “espelhar” o Minho
Marco Torres é aposta para o futuro

Biblioteca digital quer “espelhar” o Minho

Dia da Cidade celebra-se com com sessão solene na Casa das Artes

Biblioteca digital quer “espelhar” o Minho

Braga

2021-05-18 às 06h00

Redacção Redacção

CIM do Cávado está a criar uma biblioteca digital que pretende “espelhar” o Minho e “estimular a partilha de documentos que retratem” a região.

A Comunidade Intermunicipal do Cávado está a criar uma biblioteca digital, a ser lançada em breve, que pretende “espelhar” o Minho e “estimular a partilha” de documentos “que retratem a paisagem humana” da região.
Em comunicado, a CIM do Cávado refere que a AquaLibri quer ser um “grande repositório de documentação regional, espelhando os municípios do Cávado nas suas várias vertentes, desde a histórica e patrimonial, à natural, geográfica e física, da sociedade e cultura material à cultura imaterial”.
Este novo instrumento quer também ser um “projecto participativo” que tem por objectivo “estimular os cidadãos a colaborar enviando para arquivo imagens, documentos de família e outros recursos de informação que retratam a paisagem humana e física da região”.
O projecto conta com contributos das bibliotecas de cada município que “têm a singularidade de se referirem ao Minho, serem raras e valiosas e o acesso público ser difícil pelo que, com o projecto agora em curso, ficarão a fazer parte da memória pública da região”.
Assim, Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, de Braga, participa com as publicações de um fundo especial do município de Braga: códices e cartas régias, pergaminhos e livros da operação da Photographia Alliança, bem como documentos do fundo especial Lúcio Craveiro da Silva, monografias sobre personalidades e instituições do concelho de Braga, num total de cerca de 285 recursos de informação, entre analíticos e monografias.
Terras de Bouro participa com diversas monografias do espólio documental do Arquivo Municipal alusivas ao Concelho (entre as quais alguns artigos sobre o Gerês e monografias há muito esgotadas), bem como com a colecção completa do extinto jornal ‘O Geresão’.
Da Biblioteca Municipal Francisco de Sá de Miranda, de Amares, estarão disponíveis as colecções completas de três jornais locais (‘O Amarense’, ‘Tribuna Livre’ e ‘A Voz da Abadia’), datados de entre finais do século XIX e o século XX, contabilizando no total 1.118 números, e algumas obras do Fundo Local com edições esgotadas ou em estado de conservação frágil.
De Barcelos, uma colecção de jornais do século XIX, como ‘O Ecco de Barcellos’ (1860), o ‘Barcelense’ (1873), a ‘Folha da Manhã’ (1879), ‘O Commercio de Barcellos’ (1890), e ainda um conjunto de monografias que integram o valioso espólio da Barceliana, num total de 16.800 páginas digitalizadas.
Esposende partilha várias colecções de jornais locais, como o ‘Brisa do Mar’, o ‘Jornal de Esposende’ ou o ‘Farol de Esposende,’ e a ‘Revista do Minho para o Estudo das Tradições Populares’, dirigida por José da Silva Vieira, editada em Barcelos e Esposende (1885).
A Biblioteca Municipal Machado Vilela, de Vila Verde, contribuiu com a colecção já digitalizada do periódico oitocentista ‘Folha de Villa Verde’, a obra completa do patrono, Prof. Álvaro Machado Vilela (um dos fundadores do Direito Internacional em Portugal), bem como parte da sua biblioteca particular e, ainda, os primeiros 21 anos do jornal ‘O Vilaverdense’ (1955-1976), uma colecção, ainda que incompleta, do mensário ‘Jornal da Vila de Prado’, monografias locais e obras do fundo antigo da biblioteca, incluindo uma rara edição de 1542 do ‘De Preparatione ad mortem’, de Erasmo de Roterdão.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho