Correio do Minho

Braga, sexta-feira

Benjamim foi o primeiro bebé do ano 2018 a nascer em Braga
Alunos de Artes Visuais partilham pintura de mural com Martinho Dias

Benjamim foi o primeiro bebé do ano 2018 a nascer em Braga

SC Braga: Triunfo com sabor amargo

Braga

2018-01-02 às 06h00

Paula Maia

COM 3.055 KG, Benjamim de Oliveira Dias Martins nasceu às cinco horas e cinco minutos do primeiro dia de 2018, tendo sido o primeiro bebé a nascer no Hospital de Braga no ano que agora inicia.

Passavam cinco minutos das cinco da manhã do primeiro dia de 2018 quando Benjamim de Oliveira Dias Martins nasceu. É o segundo filho de Susana Martins e António Dias Martins, um casal barcelense, residente na freguesia de Midões, que tem já outra filha, Violeta, com dois anos.

Susana teve um parto “demorado, tendo entrada no Hospital de Braga no início da manhã de sábado, altura em que rebentaram as águas. Todo o processo foi lento, pelo que o parto, passado várias horas, teve de ser induzido. “Entramos no bloco de parto à meia-noite e o bebé nasceu às 05.05 horas”, diz-nos o pai, explicando que já o parto de Violeta, a primeira filha do casal, tinha sido muito demorado.

Apesar da morosidade do processo, a mãe estava bem-disposta, demonstrando a alegria que sentia pelo nascimento do seu segundo filho. Conta-nos que teve uma gravidez muito tranquila, tendo engordado apenas cinco quilos, facto que parece ter ajudado nos pós-parto.
Benjamim nasceu de parto natural, com 3,55 kg. É um bebé muito sossegado. Durante o tempo em que os jornalistas falaram com os pais não deu quaisquer sinais da sua presença, preferindo dormir.
Este é um bebé programado e muito desejado por este casal barcelense que, pelo menos por agora, não pensa ter mais filhos. “Não vou dizer que é definitivo. Ainda vamos pensar mais sobre o assunto. Mas, para já vamos ficar por aqui”, avança a mãe.
Paisagista de profissão, o pai de Benjamim explicou aos jornalistas que o casal decidiu ter crianças só a partir dos 30 anos, “para que a mãe tivesse oportunidade de tomar conta delas e dar-lhes toda a atenção que é necessária, acompanhando o seu crescimento”. Nesse sentido, Susana é, por opção, mãe a tempo inteiro.

António Dias Martins diz que está cumprido um dos principais objectivos definidos pelo casal que pretendia ter filhos logo após os 30 anos, “mas seguidos, com o mínimo de espaço de tempo possível”.
“De certa forma pretendíamos que a diferença de idades entre a Violeta e o Benjamim fosse mais reduzida. É bom que eles possam interagir, brincar e até ir para a escola junto”, confessa o progenitor

Quem se mostrou particularmente feliz foi a pequena Violeta que ficou sempre ao lado do irmão.
Com o bebé do ano nos braços, 2018 será concerteza um ano abençoado para este jovem casal que tem agora motivos redobrados para sorrir. “A única coisa que peço sempre é saúde. De resto, tudo chega por acréscimo. A saúde é fundamental para conseguimos aquilo que queremos”.
As palavras de Susana são corroboradas por António que diz quer os seus principais objectivos conseguidos. “Estamos casados há quinze ano e temos dois filhos”, remata.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.