Correio do Minho

Braga,

- +
BE denunciou mau estado do Estádio 1.º de Maio
Câmara Municipal reforça e amplia abastecimento de água na União de Freguesias de S. Jorge e Ermelo

BE denunciou mau estado do Estádio 1.º de Maio

Vimaranense Rui Bragança de bronze na Europa e com confiante nos olímpicos

BE denunciou mau estado do Estádio 1.º de Maio

Braga

2021-02-27 às 10h00

Miguel Viana Miguel Viana

Espaço sofre de infiltrações e painéis de bronze foram vandalizados. Bloco de Esquerda perguntou ao Governo se tem conhecimento da situação.

A deputada do Bloco de Esquerda (BE) na Assembleia da República Alexandra Vieira, denunciou ontem o mau estado de conservação em que se encontra o Estádio 1.º de Maio. Num encontro com os jornalistas à porta do estádio, Alexandra Vieira apontou o estado em que se encontram os dois painéis da fachada como exemplo da deterioração de toda a estrutura desportiva.
“Estes painéis de bronze são bastante valiosos, porque são do escultor Barata Feio e necessitam de obra urgente de reabilitação”, indicou a deputada bloquista.
O estádio apresenta ainda infiltrações nas salas existentes debaixo das bancadas, especialmente na ala nascente.
Apesar de ser propriedade da Câmara Municipal de Braga, o mau estado de conservação do Estádio 1.º de Maio motivou uma pergunta do BE ao Ministério da Cultura, através da Assembleia da República.
“O que nós perguntamos é se o ministério tem conhecimento do avançado estado de degradação do estádio, que é considerado património municipal, e se tem algum mecanismo, de forma a que a Câmara Municipal fique sensibilizada para esta questão e proceda às obras de reabilitação que são necessárias”, afirmou Alexandra Vieira.
A deputada lembrou que aquela estrutura deixou de ter qualquer obra desde que foi inaugurado o Estádio Municipal, em 2004.
A intervenção prioritária, no entender do BE, deve ser feita nas alas nascente e poente. “A questão mais urgente é a infiltração das águas, que está a pôr em causa a estrutura do edifício, e depois, a preservação destes painéis que são muito valiosos. Para não falar do pórtico de entrada, que foi destruído num aci- dente”, disse Alexandra Vieira. O assunto deverá ser abordado numa moção a apresentar pelo partido na Assembleia Municipal de Braga.
José Ribeiro, militante do partido e membro da Assembleia da União de Freguesias de S. José de S. Lázaro e S. João do Souto, e que se assumiu como um dos utentes do espaço, recordou que o estádio é procurado por atletas federados das mais diversas modalidades.
“Toda a ala nascente está encerrada desde Novembro de 2019. A malta que usa a pista de atletismo utilizava os balneários, que estão fechados. Os atletas equipavam-se nos balneários das Piscinas. Quando elas abrirem no Verão, vai haver outra vez competições e não há instalações condignas para os atletas”, frisou José Ribeiro.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho