Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Barcelos: Sexagenária foge à GNR em carro sem matrícula
Amigos fazem acção de limpeza na Franqueira

Barcelos: Sexagenária foge à GNR em carro sem matrícula

Começa hoje a ‘missão Leça’ com o Jamor no horizonte

Casos do Dia

2011-10-10 às 06h00

Teresa M. Costa Teresa M. Costa

Uma mulher de 62 anos protagonizou, na madrugada de ontem, uma fuga à GNR. Destruiu barreiras das portagens na A11 e na A28 e só parou quando se despistou.

Uma condutora que circulava numa viatura sem matrícula andou pela A28 e pela A11, na madrugada de ontem, destruindo as barreiras das portagens. Desobedeceu às várias ordens de paragem da GNR. Quase atropelou os militares da GNR de Barcelos e só parou quando se despistou na zona de Fão, concelho de Esposende.

Foi uma noite agitada para os militares da GNR que tentaram parar uma condutora que circulou dezenas de quilómetros e por vários concelhos num automóvel sem matrícula e com uma condução perigosa.
A mulher, de 62 anos e residente na área de Lisboa, saiu de casa da família que a acolhia por uns dias, no concelho de Caminha, ao volante de um automóvel sem matrícula.

A matrícula terá sido retirada propositadamente da viatura para evitar que a sexagenária - com historial de depressão - se metesse à estrada, já que evidenciava um comportamento agressivo e instabilidade mental, explicou fonte policial.
Mesmo sem matrícula, a sexagenária saiu com o carro e a família acabou por alertar as autoridades.

Por volta das 03.00 horas, a GNR de Barcelos foi alertada para um veículo sem matrícula, a circular na Estrada Nacional 103, na zona dos Feitos, concelho de Barcelos.
Os militares deram ordem de paragem à condutora, mais que uma vez, mas ela desobedeceu e fugiu. Por duas vezes, quase que atropelou os militares.

No nó de Barcelos, a viatura entrou na A11 e na portagem não parou e destruiu a barreira.
Fez o mesmo na portagem seguinte e entrou na A28 até à saída para Esposende.
Circulou em direcção à cidade com a GNR no seu encalço, tendo sido alertados os postos da zona.
A condutora acabou por despistar-se antes da rotunda para a ponte de Fão.

Mesmo depois do despiste e, abordada pela GNR, a mulher trancou-se no carro.
Os militares tiveram que partir um vidro para a retirar do carro.
Eram cerca de 04.00 horas. A mulher foi encaminhada para o hospital.
O caso irá ser participado ao Ministério Público.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.